Libertadores 2016: “Desconhecido” é o adversário menos complicado do Palmeiras

Foto: Reprodução + Arte / Torcedores.com

O Palmeiras conheceu seus primeiros adversários da Copa Libertadores da América de 2016, na noite dessa terça-feira (22), após a Conmebol realizar um sorteio na sua sede, na cidade de Luque, no Paraguai. O Alviverde vai enfrentar na primeira fase, o Nacional-URU, o Rosario Central-ARG e o vencedor do confronto entre Universidad de Chile x River Plate-URU. Diante desse cenário, o adversário “menos complicado” do Verdão é o clube que passar da decisão da Pré-Libertadores.

LEIA MAIS:
Libertadores 2016: Rosário Central é o adversário mais complicado do Palmeiras nos grupos
Confira os grupos da Taça Libertadores de 2016
Mercado da Bola: Veja opções para seu clube contratar para 2016

Integrante de um dos “grupos da morte” da edição de 2016, o Palmeiras deve ter um confronto em que o Alviverde pode almejar duas vitórias com menos dificuldades do que os jogos contra o Nacional e o Rosario Central. A decisão da Pré Libertadores entre “La U” x River Plate-URU vai decidir a quarta força do Grupo 2.

A equipe do Chile não vem para a edição de 2016 com a mesma força que teve em outros anos, principalmente quando o atual técnico da seleção chilena, Jorge Sampaoli, dirigiu o clube, entre 2010 e 2012. A Universidad de Chile coleciona 20 participações em Copas Libertadores, porém, nunca foi campeã. Seus melhores resultados foram em quatro oportunidades, quando caiu nas semi-finais das edições de 1970, 1996, 2010 e 2012.

Diferente dos chilenos, a equipe do River Plate-URU nunca jogou uma Copa Libertadores. No Campeonato Uruguaio dessa temporada, o River Plate está na quinta posição, com 23 pontos, atrás de clubes que foram cabeças de chave no sorteio da Conmebol, e que vão jogar a Libertadores em 2016, Peñarol e Nacional (esse já está no grupo do Palmeiras).

O confronto entre esses dois clubes vai acontecer nos dias 3 e 10 de fevereiro. O primeiro jogo vai acontecer no Uruguai, e a decisão do classificado vai ser em território chileno, muito provavelmente no Estádio Nacional Julio Martinez Prádanos, com capacidade máxima para 47.000 pessoas, onde a Universidad de Chile gosta de mandar seus jogos. Esse estádio inclusive recebeu 10 jogos da Copa de 1962, quando o Brasil se consagrou bi-campeão mundial.

Foto: Reprodução + Arte / Torcedores.com



Estudante de jornalismo da Universidade Metodista de São Paulo e estagiário do Torcedores.com.