Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

MLS: Franquia de Beckham em Miami tem entrada na Liga aprovada

Após mais de dois anos na luta para ter o direito de disputar a Major League Soccer (MLS), a liga profissional de futebol dos Estados Unidos, a franquia de Miami, liderada por um grupo de empresários, entre eles o ex-jogador David Beckham, conseguiu a liberação da entidade que comanda o futebol no país.

Marcel Thomé
Jornalista e assessor de imprensa

Crédito: Beckham (ao centro) durante festa para anunciar a entrada de Miami na MLS

LEIA MAIS:

Serra elétrica? Veja a maneira inusitada que o atual campeão da MLS comemora seus gols nos EUA

Final da MLS teve audiência de 874 mil pessoas pela TV nos EUA

Portland Timbers vence o Columbus Crew e é campeão da MLS; assista aos gols

O último obstáculo para a franquia ter assegurado um lugar na competição foi a aprovação de um local em Miami para se construir um estádio para o time. Na semana passada, porém, Beckham anunciou a construção de uma arena em Overtown, região urbana da cidade, no estado da Flórida.

“Respaldamos completamente os planos do Miami Beckham United [grupo de Beckham] de construir seu estádio no bairro de Overtown” disse Don Garber,representante da MLS. “Sua visão de trazer um estádio de classe mundial a um núcleo urbano da cidade, de fácil acesso através de transporte público, é impressionante. Esperamos seguir trabalhando com David e seus sócios para finalizar os planos de levar a MLS para Miami”, completou o dirigente.

Desta forma, a liga mantém seus planos de contar com 24 equipes até a temporada de 2020 (atualmente são 20). Em 2017, o Atlanta United FC entrará, no ano seguinte será a vez do Minnesota United FC, e o Los Angeles FC terá seu time incluído em 2018 ou 2019. Porém, não existe ainda uma data estimada para a entrada do time de Miami na competição.

A MLS é um sistema de franquias, parecida com a NBA, onde os times não são rebaixados para outra divisão.

Foto: Divulgação