Opinião: Santos se mantém como a derrota mais vergonhosa do Mundial de Clubes

A cada Mundial de Clubes que passa, uma certeza continua: o 4 a 0 sofrido pelo Santos contra o Barcelona foi a derrota mais vergonhosa de uma final da competição.

LEIA MAIS:
Barça 4 x 0 Santos completa 4 anos; veja imagens que expõem erros santistas na final
Acredite: quatro gifs provam que o Santos atacou o Barcelona na final do Mundial
Eduardo Cunha comentou Barcelona 4 x 0 Santos tão bem quanto qualquer torcedor

Existia a chance de o River Plate quebrar essa “marca”, mas o time argentino teve uma postura digna em campo e perdeu “só” de 3 a 0 para o Barcelona, disparado o melhor time da atualidade, e talvez até melhor do que o supertime do Barcelona de Pep Guardiola que emplacou 4 a 0 no Santos de Muricy Ramalho em 2011 (fora o baile).

Mas a vergonha que fica marcada na memória do torcedor do Santos não é nem pelo resultado, mas pela postura do time em campo. Os jogadores assistiram aos atletas do Barcelona jogarem em campo. Não ofereceram nenhuma resistência.

O Santos entrou desorganizado em campo. Muricy Ramalho escalou um time em um 3-5-2 que raramente tinha treinado. O River Plate, de Marcelo Gallardo, entrou organizado em campo e tentando “morder” o adversário. Os argentinos entraram com raça, disputando cada bola, o que não aconteceu com os brasileiros. O 3 a 0 de hoje foi justo. A postura do River foi louvável. Por que os santistas não jogaram assim?

Para piorar a situação, nem times inexpressivos no cenário mundial, como Raja Casablanca e Mazembe, sofreram tantos gols em uma final no novo formato do Mundial de Clubes quanto o Santos. Até quando esta marca negativa irá perdurar?

Crédito da foto: Reprodução



Jornalista de esportes desde 2005, com passagem pelo UOL e Terra. Editor de comunidades do Torcedores.com e blogueiro do renanprates.com