Palmeiras, Crefisa e FAM são notificados por exposição ilegal da taça da Copa do Brasil

Foto: Getty Images

A Traffic Sports, empresa de J. Hawilla, e a Klefer, de Kléber Leite, ex-presidente do Flamengo, notificaram o Palmeiras e seus patrocinadores por exporem o símbolo da conquista da Copa do Brasil 2015. De acordo com a notificação, a taça é “um ícone de propriedade exclusiva”.

LEIA MAIS
Mauro Beting se pronuncia sobre reclamações dos moradores da Pompéia com o Allianz Parque; confira!
Advogado da FIFA se rende a poder de sedução de Mattos no mercado
Mattos é visto em aeroporto de Londres e palmeirenses vão à loucura nas redes sociais
Mercado da bola 2016: Veja o resumo das NEGOCIAÇÕES no Palmeiras

De acordo com notícia publicada neste sábado, 19, pela Folha de S. Paulo, o Palmeiras, a Crefisa e a FAM (Faculdades das Américas), estes últimos patrocinadores do Verdão, foram notificados pelas empresas Traffic Sports e Klefer pela exposição indevida da taça da Copa do Brasil 2015.

De acordo com a notificação, a exposição do troféu na FAM, que terminou na última sexta, dia 18, representou uma “violação direta e ilegal dos direitos privativos da Klefer e da Traffic”, diz o documento. Ambas as empresas possuem os direitos comerciais da Copa do Brasil.

Confira abaixo a notificação na íntegra:

TRAFFIC SPORTS

O troféu da Copa do Brasil é um ícone de propriedade exclusiva da competição e o direito a exibi-lo comercialmente não foi adquirido da signatária nem da Klefer pelo Palmeiras, pela Crefisa e/ou pela FAM. O direito do Palmeiras de manter e guardar o troféu da edição de 2015, na qualidade de campeão da competição, seguramente não se confunde com o direito a usá-lo para fins comerciais. Por esse motivo, a exposição realizada na sede da FAM, com evidente caráter comercial, representa violação direta e ilegal dos direitos privativos da Klefer e da Traffic, bem como dos patrocinadores e clientes com quem estas sociedades válida e regularmente contrataram, implicando responsabilidade do Palmeiras, da Crefisa e da FAM por todo e qualquer prejuízo decorrente da sua conduta irregular.

Sendo assim, serve a presenta para notificar o Palmeiras, a Crefisa e a FAM a fim de que a exibição do troféu da Copa do Brasil na sede da FAM seja interrompida imediatamente, sob pena da adoção das medidas judiciais e extrajudiciais cabíveis.

notificação Traffic

Procurada pela reportagem da Folha de S. Paulo, as empresas que patrocinam o Palmeiras consideraram a notificação antipática, já que tanto a Crefisa quanto a FAM não possuíam intenções comerciais com a exposição do troféu. Segundo as empresas, a intenção era apenas agradar os torcedores do Palmeiras.

Foto: Getty Images