Palmeiras: Gabriel revela que pediu para jogar final contra o Santos

É consenso dizer que o Palmeiras caiu muito de produção na temporada após a lesão do volante Gabriel, no início de agosto. Dali em diante, o time de Marcelo Oliveira perdeu sua “alma” do meio-campo, já que o camisa 18 era, então, o líder em desarmes do Campeonato Brasileiro, isso sem contar o auxílio do jogador na transição entre defesa e ataque, que agora é tão criticada por abusar dos chutões.

Redação Torcedores
Textos publicados pela Redação do Torcedores.com.Contato: redacao@torcedores.com

Crédito: César Greco/Ag. Palmeiras

LEIA TAMBÉM:
Palmeiras perde “alma” em campo com saída de Gabriel; veja estatísticas
Gabriel ficou arrepiado com gritos de “terror” da torcida do Palmeiras. Entenda!
Palmeiras oferece avatar do Facebook para torcida apoiar time na final da Copa do Brasil

Poucos dias depois que se machucou seriamente, Gabriel foi forçado a operar os ligamentos do joelho esquerdo e o prazo de recuperação era estimado em cerca de seis meses. Sua recuperação é tão impressionante que hoje, passados quatro meses da cirurgia, tudo o que o volante mais queria era estar em campo na grande final da Copa do Brasil diante do Santos.

Foi o que literalmente disse em entrevista à Folha de S. Paulo: “Pedi diariamente aos médicos e fisioterapeutas do Palmeiras para que me liberassem para jogar. Eu estou me sentindo bem, a recuperação vem sendo excelente. Mas não deixaram, é claro. O risco de piorar a lesão seria muito grande. Os médicos disseram que seria uma loucura tentar voltar agora”.

Segundo o próprio Gabriel, ainda faltam dois meses para que a cicatrização do joelho seja completa. Enquanto isso, ele já aparece com frequência na Academia de Futebol fazendo trabalho de fortalecimento e correndo lateralmente no gramado.

Está em dúvida sobre qual curso de faculdade escolher?

Mesmo lamentando por não estar em campo logo mais, às 22h (horário de Brasília), o volante acredita que o Verdão sairá de campo com o tricampeonato da Copa do Brasil. “Bate uma tristeza de não poder jogar a partida mais importante do ano, mas fico feliz que o grupo tenha chegado longe e esteja brigando para ser campeão (…) No Allianz Parque a torcida apoia muito, faz um caldeirão. O Santos vai sentir a força na nossa casa e eu vou disputar a Libertadores em 2016 pelo Palmeiras”, assegura Gabriel.

Derrotado na Vila Belmiro por 1 a 0 na semana passada, o Palmeiras precisa de uma vitória por dois gols de diferença para conquistar o tricampeonato da Copa do Brasil. Em caso de vitória por um gol de vantagem (independentemente do placar), a decisão será nos pênaltis.

Curtiu a matéria? Siga o autor no Twitter: @fontes_matheus.
Facebook: Matheus Martins Fontes.

Fotos: César Greco/Ag. Palmeiras

Quem chega e quem sai dos clubes?