Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

“Saio triste por não ter ajudado o Flamengo”, lamenta Armero

Pablo Armero está de saída do Flamengo. O lateral esquerdo, que chegou com status de reforço de peso, sofreu com uma grave lesão no adutor da coxa direita, problemas burocráticos que atrasaram sua estreia e convocações, o que fizeram como que o colombiano só atuasse em seis partidas com a camisa rubro-negra. Em entrevista ao GloboEsporte.com, o jogador de 29 anos lamentou não ter feito muito na Gávea.

Redação Torcedores
Textos publicados pela Redação do Torcedores.com.Contato: redacao@torcedores.com

Crédito: Crédito da foto:

LEIA TAMBÉM:
Mercado da bola: confira as NEGOCIAÇÕES do Flamengo para 2016
Alô, Flamengo! Sampaoli estipula data para definir seu futuro; confira
Flamengo e Fluminense negociam compra de consórcio para assumir Maracanã
Flamengo e Palmeiras se enfrentam em clima de ressaca distinta
Mercado da bola: Flamengo encaminha renovação de Rodrigo Caetano

“Quem me conhece sabe que sou um jogador guerreiro, que gosta de vencer e jogar. Fiquei triste, queria jogar num time grande como Flamengo. Sabia da importância que o time tem em nível mundial, por isso fiquei triste, queria aportar todo meu talento ao Flamengo, mas desafortunadamente não consegui por causa da lesão. Saio triste porque não pude ajudar como queria”, disse o lateral, que está sendo sondado pelo Fenerbahçe, da Turquia.

No Flamengo, Armero acabou perdendo posição para o jovem Jorge, que depois que retornou do Mundial Sub-20 da Nova Zelândia, onde foi vice-campeão com a seleção brasileira, assumiu de vez a condição de titular do setor. O prestígio de Armero era tão pouco que o então técnico Oswaldo de Oliveira preferia usar algumas vezes Everton e Jajá na posição do que o colombiano.

Para 2016, o Flamengo está muito próximo de contratar Chiquinho, do Santos, para brigar pela posição com Jorge. Apesar de fora dos planos na Gávea, Armero não descarta retornar ao clube no futuro, principalmente pela vontade de se redimir em frente à nação rubro-negra.

“Todos os torcedores me respeitaram e me olharam com carinho grande sempre. Estou triste porque não pude fazer o que queria: jogar, fazer gols e dançar, como fiz na seleção e por outros times. Mas o mundo dá muitas voltas. Não sei se o Flamengo vai querer contar comigo na frente, mas eu diria sim com certeza. É 100%”, encerrou o colombiano.

Armero pode ter uma última oportunidade de jogar pelo Flamengo, neste domingo, em jogo contra o Palmeiras no Maracanã, às 17h (horário de Brasília), pela última rodada do Campeonato Brasileiro.

Curtiu a matéria? Siga o autor no Twitter: @fontes_matheus.
Facebook: Matheus Martins Fontes.

Foto: Gilvan de Souza/Flamengo

As melhores notícias de esportes, direto para você