Em 2016, Inter pode se tornar hexacampeão gaúcho pela terceira vez na história

O presidente Vitorio Piffero já foi bem claro: “Vamos priorizar a conquista do hexacampeonato gaúcho em 2016”. Sem a Libertadores pela frente, o Inter deverá mesmo concentrar todas as suas forças na disputa do estadual nesse primeiro semestre. Atual pentacampeão do Rio Grande do Sul, o colorado poderá chegar ao sexto título seguido pela terceira vez na história.

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: Alexandre Lops

LEIA MAIS:

Martelo batido: Jackson fica no Inter e disputará a Florida Cup nos Estados Unidos

Dirigente gremista alfineta D’Alessandro: “Ele é um galhofeiro”

A primeira série de seis títulos seguidos ocorreu com o lendário time da década de 40, conhecido como “Rolo Compressor” e formado por nomes Nena, Tesourinha e Carlitos – até hoje, o maior goleador da história do clube. Imbatível, a equipe colorada faturou de forma consecutiva os estaduais de 1940, 1941, 1942, 1943, 1944 e 1945, sendo a primeira equipe a se tornar hexa no estado.

O feito voltaria a se repetir na década de 70, sob comando do grande time colorado que ali se formava para, posteriormente, dar o tricampeonato brasileiro ao clube. Em 1974, o colorado repetiu o feito do “Rolo Compressor” e assegurou o hexa gaúcho. Mas não parou por aí. O Inter voltou a ganhar os dois campeonatos seguintes e virou octacampeão estadual, em um feito jamais repetido por qualquer outro grande clube do país. Ficaram no Beira-Rio as taças de 1969, 1970, 1971, 1972, 1973, 1974 (hexa), 1975 e 1976.

Agora, a missão do atual elenco colorado é repetir os feitos dos grandes times do passado, que impuseram uma respeitável hegemonia no Rio Grande do Sul. Campeão em 2011, 2012, 2013, 2014 e 2015, o Inter parte em busca de mais um título para chegar pela terceira vez na história ao hexa. A caminhada colorada começa no próximo dia 31, contra o Ypiranga, no Beira-Rio.

Foto: Alexandre Lops/Inter.