Opinião: Atlético-MG tem em Dátolo o substituto de Giovanni Augusto

O meia Giovanni Augusto se despediu nesta sexta-feira (29) do Atlético-MG rumo ao Corinthians, em uma transferência que girou em torno de R$ 17,6 milhões (4 milhões de euros), e agora representa passado ao Galo. O foco agora é o time atual, que tem seu substituto natural e que pode muito bem preencher essa lacuna: Jesús Dátolo.

Márcio Donizete
Jornalista desde 2012, com passagens pelos jornais ABCD Maior e Diário do Grande ABC, além do canal NET Cidade de TV. Foi repórter colaborador, líder de colaboradores e editor no Torcedores.com. Apresenta o Lente Esportiva ABC em lives no Facebook e Youtube.

Crédito: Dátolo não ficará no Galo em 2017. Foto: Divulgação

LEIA MAIS
Mercado da Bola 2016: Corinthians está perto de contratar Giovanni Augusto e André
Hyuri estreará como titular no Atlético-MG contra o Uberlândia, confirma Aguirre
Patric rebate declarações de Victor após derrota do Atlético-MG: “Nossa equipe tem pé no chão”
Atlético-MG oficializa troca de material esportivo: sai Puma e entra Dry World

O argentino foi bem, principalmente no segundo semestre de 2015, gerando até dúvidas em certos momentos a Levir Culpi, que comandava a equipe alvinegra no ano passado. Neste ano, agora sem Augusto, pode se soltar ainda mais com Diego Aguirre e ser o camisa 10 do Atlético na temporada. Tem habilidade e sabe armar jogadas, coisas que o agora novo reforço corintiano também fazia.

Mesmo assim, é necessário que o clube traga um outro armador, até porque a agremiação de Belo Horizonte só tem Dátolo agora em alto nível. Juan Cazares está chegando agora e deve ser lançado aos poucos e Dodô ainda não conseguiu se firmar na posição, assim como Eduardo, muito jovem para assumir uma responsabilidade tão grande.

Crédito da foto: Reprodução/Facebook