Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Opinião: Sem Henrique, Botafogo poderia tentar o retorno de Bill

O acionamento do Botafogo feito por Henrique na Justiça do Trabalhista praticamente inviabiliza a permanência do atleta em General Severiano. Aguardado para o camisa do Glorioso em 2016, o atacante optou por cobrar seus débitos e tentar a rescisão de seu contrato com o clube.

Glauco Costa
Colaborador do Torcedores

Crédito: Foto: Vitor Silva / SSPress

LEIA MAIS:
Zagueiro do Liverpool é trolado por torcedor rival antes de partida; assista
Messi aplica caneta em Mascherano durante treino do Barcelona e sai rindo; assista
CBF recebe punição da Fifa por realizar amistoso da seleção sem autorização
Delator afirma que Ricardo Teixeira recebeu mais R$ 80 milhões de propina, diz jornal
Mercado da bola: Após punição da Fifa, Barcelona contrata 77 jogadores em 1 dia
Ele se tornou o homem mais rápido do mundo…sob muletas

Independentemente se Henrique agiu certo ou não, o fato é que sua atitude está respaldada pela lei e o Botafogo não pode ficar se lamentando por isso. Com apenas Luiz Henrique para a função de homem de área, o Fogão precisa encontrar um jogador mais experiente para receber a pressão de ser o homem-gol do Botafogo.

Diante de um mercado da bola cada vez mais instável, a diretoria alvinegra deveria considerar a possibilidade de repatriar Bill, que deixou o Busan IPark, da Coreia do Sul, e acertou seu retorno para o Ceará, clube que defendia antes de vir para o Botafogo no ano passado.

Com 11 gols em 28 jogos pelo time da Estrela Solitária, o atacante teve boa passagem dentro das 4 linhas e, por isso, valeria muito a pena receber mais uma oportunidade em 2016. Ante a dificuldade de conseguir um camisa 9 que se enquadre na realidade financeira do clube, o nome de Bill, que já atuou sob esse modelo, é extremamente viável e poderia ser uma excelente opção de reforço.

Foto: Vitor Silva / SSPress

As melhores notícias de esportes, direto para você