Cesar Sampaio admite: “Era mais gostoso jogar no Palmeiras do que na seleção”

Reprodução/ESPN

Cesar Sampaio teve uma carreira brilhante no futebol, atuando em um dos maiores Palmeiras de todos os tempos – dos anos 90, e ainda teve o privilégio de defender a seleção brasileira neste mesmo período. Mas o ex-volante admitiu que jogar pelo Brasil não era tão prazeroso quanto defender o Verdão.

LEIA MAIS:
Santos de Pelé ou Corinthians? Ademir da Guia revela quem foi seu maior rival
Cafu admite carinho pelo Palmeiras, mas diz que tem mais identificação com o São Paulo

A “confissão” foi feitar por Sampaio neste domingo, durante sua participação do programa ‘Resenha’, da ESPN. “O Palmeiras de 93 e 94, apesar do time que conquistou a Libertadores em 99, era melhor e eu consegui me divertir mais. Nesse período era mais gostoso jogar no Palmeiras do que propriamente na seleção pela qualidade dos parceiros que a gente tinha”.

Sampaio defendeu o Palmeiras entre 1991 a 1994 e 1999 a 2000, disputando 304 partidas e marcando 25 gols. O ex-camisa 5 participou dos títulos do Paulistão e Brasileiro de 93 e 94 e ainda foi o responsável por erguer a taça da Libertadores em 99.

Pela seleção, o ex-volante disputou 49 jogos e marcou seis gols. Conquistou a Copa América e a Copa das Confederações em 1997 e ainda foi vice-campeão do mundo em 1998.

Foto: Reprodução/ESPN