Cesar Sampaio revela choro de Júnior ao saber que teria que marcar Beckham no Mundial de 99

Reprodução/ESPN

Cesar Sampaio teve uma carreira brilhante no futebol, atuando em um dos maiores Palmeiras de todos os tempos – dos anos 90, e ainda teve o privilégio de defender a seleção brasileira neste mesmo período. E depois de admitir que jogar pelo Brasil não era tão prazeroso quanto defender o Verdão, o ex-volante contou uma das muitas histórias da passagem do Alviverde pelo Japão, para a disputa do Mundial de Clubes, em 1999.

LEIA MAIS:
Santos de Pelé ou Corinthians? Ademir da Guia revela quem foi seu maior rival
Cafu admite carinho pelo Palmeiras, mas diz que tem mais identificação com o São Paulo

Durante sua participação do programa ‘Resenha’, da ESPN, no último domingo (7), Sampaio revelou que o ex-lateral Júnior chorou ao ser escalado por Felipão para marcar ninguém menos que David Beckham, que estava no auge de sua carreira na época.

“O Felipão chegou na preleção e avisou: ‘para a parte tática, para a movimentação e organização dar certo, é com você Júnior. Se você não marcar o Beckham, não tem orientação, não tem esquema”, contou Sampaio, que revelou o choro do ex-lateral após o pedido de Scolari.

“Era 1h da manhã, o Júnior bateu na porta do meu quarto chorando: ‘Ele cruza, eles vão fazer o gol e a culpa vai ser minha, eu não vou jogar não’. Ao perceber o desespero do companheiro, ele e o zagueiro Clebão colocaram o lateral para ouvir músicas evangélicas a madrugada inteira.

Sampaio ainda lembrou que o gol do Manchester United não teve “culpa” do Júnior. “Nós estávamos preocupados com o Júnior e o Beckham, que a jogada do gol foi do outro lado com o Giggs”, disse em tom de brincadeira.

Foto: Reprodução/ESPN