Confira 6 fatos que comprovam que o ano de 2016 não começou para o São Paulo

Os São Paulinos, torceram para que o ano de 2015 acabasse logo, depois de inúmeros vacilos, um ano que deu tudo errado para o Tricolor. Porém, mesmo considerado um dos piores anos da história do clube, o time conseguiu vaga para a Libertadores, que serviu de alento para os torcedores, mas o ano mal começou e o time ainda dá sinal dos mesmos problemas do ano passado

Eduardo Suguiyama
Eduardo Suguiyama é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado).

Crédito: Foto: São Paulo FC

LEIA MAIS
LUCÃO VIRA “MEME” E DÁ PASSE A LA CRUYFF PARA SUAREZ MARCAR GOL DE PÊNALTI
APÓS DERROTA, CALLERI AFIRMA: “OS CAMPEÕES TAMBÉM PERDEM”
ORGANIZADA DO SÃO PAULO CHAMA MICHEL BASTOS DE LARANJA PODRE E QUESTIONA LIDERANÇA

Confira 6 fatos que comprovam que Bauza ainda não conseguiu criar uma versão 2016:

1 – Brigas políticas

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Já faz pelo menos dois anos que o São Paulo vive em guerra na política, desde de quando Aidar assumiu o cargo no lugar do então presidente Juvenal Juvêncio, em abril de 2014. De lá para cá foram inúmeras confusões, que gerou até a renúncia de Aidar. Os problemas continuam nesse ano com Abilio Diniz que ainda cobra auditoria e com o novo cargo de Milton Cruz, que depois de anos deixou a comissão técnica do Tricolor para assumir o departamento de análise de desempenho de atletas do São Paulo

2 – Falhas de Lucão

Principalmente no fim do ano, Lucão cometeu inúmeras falhas que irritaram a torcida, nos jogos contra Atlético – PR, Figueirense e principalmente na goleada diante o Corinthians. Fato que aconteceu novamente, só que agora pior, uma falha quase que inesplicável ao recuar a bola para o goleiro Denis.

3 – Clássicos

Até agora aconteceu apenas 1 clássico na temporada, diante o Corinthians em Itaquera, o São Paulo perdeu por 2 a 0, resultado normal. Mas a torcida não quer saber, depois do aproveitamento pífio do ano passado. (Nove pontos em 42 possíveis e aproveitamento de 21,4% nessas partidas, 31 gols sofridos e 11 marcados). A torcida espera uma mudança de postura em jogos importantes.

4 – Crise de jogadores

O ano mudou, os jogadores também, antes os principais alvos da torcida eram Luís Fabiano, Reinaldo e Pato, mas as críticas continuam. Agora os alvos são Michel Bastos e Centurión, dois jogadores que ainda não renderam o esperado em 2016.

5 – Vexames

O maior vexame do Tricolor no ano passado foram os clássicos, goleadas para Palmeiras, Santos e Corinthians. Mas nesse ano, não precisou chegar aos adversários da capital, o vexame foi a derrota para o The Strongest, time que não vencia uma partida fora de casa na Libertadores desde 1982, a derrota pode complicar e muito a vida do São Paulo na Libertadores

6 – Padrão tático?

Bauza teve um pouco mais de 45 dias para tentar mudar todos os problemas do ano passado, mas ainda não conseguiu. O argentino pode ter ajustado a defesa, deixando-a mais compacta, mas em compensação o meio e o ataque não produz, o time até fica com posse de bola, mas não cria oportunidades. O problema pode se explicado também pela saída dos dois principais artilheiros da temporada passada. Em 2015, Pato marcou 26 gols e Luís Fabiano 14, quase 40% dos gols do São Paulo no ano passado.