Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Palmeiras poderá jogar com três zagueiros na Libertadores

Esquema tático alternativo foi testado nos minutos finais da partida diante do Botafogo-SP, no último domingo, pelo Paulistão. O técnico Marcelo Oliveira sacou o volante Thiago Santos, com cãibras, e colocou o zagueiro recém-contratado Roger Carvalho, que formou o trio defensivo com Vitor Hugo e Leandro Almeida.

Rogério Lagos
Colaborador do Torcedores.com e palmeirense.

Crédito: Cesar Greco / Palmeiras / Divulgacao

LEIA MAIS
Opinião: Palmeiras faz a melhor estreia entre os grandes de SP
Cartola planeja evento em comemoração de Mundial do Palmeiras

Quem acompanha o Palmeiras desde o início de 2015 sabe que o esquema padrão do time é o 4-2-3-1. Essa escolha tática começou com Oswaldo de Oliveira e teve sequência com Marcelo Oliveira, que muito dificilmente muda o jeito do time jogar.

No entanto, nos minutos finais da partida contra o Botafogo-SP, no último domingo, pela primeira rodada do Paulistão, o treinador do Verdão trocou o volante Thiago Santos pelo zagueiro Roger Carvalho que, junto com Vitor Hugo e Leandro Almeida, formou a linha de três defensores.

“Foi uma alternativa em função de tirar um jogador alto [Thiago Santos] e o adversário estar com cinco jogadores perigosos na bola aérea. Foi uma alternativa para esse jogo. Pode ser que na Libertadores, como temos volantes mais baixos, seja utilizado. Gostei porque o Roger é rápido e o Leandro Almeida tem bom sentido de cobertura. Para usar o contra-ataque, fica interessante”, explicou Marcelo Oliveira.

Pelo Paulistão, o Palmeiras volta a campo nesta quinta, dia 4, às 21h, contra o São Bento, no Pacaembu. Já pela Libertadores, a estreia do Verdão será no dia 16, terça-feira, contra Universidad de Chile ou River Plate do Uruguai, a partir das 21h45, fora de casa.

Foto: César Greco / Palmeiras / Divulgação