Por represália de direitos de TV, Bahia terá de jogar duas vezes no mesmo dia

Estamos apenas no início das atividades do futebol no Brasil, porém os bastidores já estão fervendo. Com a entrada do Esporte Interativo na briga pelos direitos de TV, os efeitos das negociações já surtem efeitos em alguns times, como no caso do Bahia. Com postura crítica em relação a CBF, o Bahia crê em retaliação da entidade pela marcação de duas partidas no mesmo dia: a equipe tricolor enfrentará o Juazeirense, pela Copa do Nordeste, e o Galícia, pelo Baiano – em confronto adiado por causa de amistoso com Orlando City -, no mesmo dia, 9 de março. Este é o motivo, da diretoria tricolor desconfiar em “troco” da entidade por causa das negociações dos direitos de transmissão.

Emanuel de Cássio dos Santos Baldan
Futuro estatístico. Aliando números com o esporte.

Crédito: Arte/ Torcedores.com

Em nota oficial divulgada anteriormente, o clube assegurava contar com o aval das emissoras Esporte Interativo e Rede Globo para transferir o seu compromisso pelo Campeonato Baiano para o dia 16 de março. Faltava apenas o aval da CBF, que citou em sua resposta inicial “precedente indesejável” para não realizar a mudança.

Mesmo com outras datas disponíveis, a CBF confirmou a estreia do time na Copa do Brasil, contra o Globo-RN, para o mesmo dia 16.

“Não vamos aceitar qualquer pressão para o Bahia mudar a sua posição”, afirmou o vice-presidente tricolor Pedro Henriques ao portal ESPN.

Santos já aceitou a proposta do Esporte Interativo

O primeiro clube que fechou acordo com o Esporte Interativo foi o Santos. E a represália sofrida, já foi sentida na divulgação das transmissões das rodadas iniciais do Campeonato Paulista. Apenas na sétima rodada o clube terá um jogo transmitido, este contra o Red Bull. Já não é de se esperar transmissões em rede aberta, pois o clube tem reclamado publicamente da emissora global, por dar preferência a outros times em relação às transmissões das partidas.

Difícil de entender

Fica complicado entender porque os clubes tem dificuldades nas negociações com o Esporte interativo. O valor oferecido pela empresa representa para os clubes um aumento de mais de nove vezes em relação à sua receita atual de TV fechada, o que vai abrir a possibilidade de os clubes fazerem investimentos significativos e se fortalecerem ainda mais.Em comunicado do Esporte interativo, podemos notar, que a melhoria será gigantesca, e mesmo assim, os clubes estão com “medo” por causa das represálias que podem sofrer. Este é o motivo principal dos clubes, estarem receosos em fechar um novo contrato. Fato este, que prejudicará ainda mais o futebol brasileiro, que está parado no tempo a muitos anos e caminha a passos largos para a conhecida “espanholização”. A hora da mudança é agora, e ficamos na torcida para que os clubes abram os olhos, ou poderemos começar a desconfiar que a maioria dos clubes têm seus pés presos a entidade que comanda o futebol e a Rede Globo, por alguns motivos que não conhecemos.