Torcedores – Notícias Esportivas

Veja o que os jogadores do São Paulo falaram após a classificação na Libertadores

Uma vitória por 1 a 0 sobre Universidad César Vallejo-PER no Pacaembu garantiu o São Paulo na fase de grupos da Libertadores. O atacante Rogério saiu do banco para marcar o único gol do jogo no segundo tempo. Veja abaixo como ele e os demais companheiros analisaram a partida.

Bia Palumbo
Colaboradora do Torcedores.com.

Crédito: Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

LEIA MAIS:
PH GANSO JUSTIFICA IRRITAÇÃO COM BAUZA EM SUBSTITUIÇÃO
CORINTHIANS DEVE ESCALAR TIME RESERVA NO CLÁSSICO CONTRA O SÃO PAULO
GIL GUERREIRO CLASSIFICA CLÁSSICO CONTRA O CORINTHIANS COMO UM “JOGO COMO OUTRO QUALQUER”

Rogério, atacante
Tenho um carinho enorme pela torcida, todos os jogos eles pedem para eu entrar e graças a Deus eu tive a oportunidade de entrar e fazer o gol, deu tudo certo. Procuro trabalhar bastante e me mato nos treinos para quando aparecer a chance estar preparado.

Ganso, meio campista
A trave segurou um pouco eles. Calleri, Hudson e Thiago Mendes pararam na trave, acho que poderia ter sido um placar maior.

Denis, goleiro
Fico muito feliz de atingir a marca de 100 jogos pelo clube num jogo de Libertadores porque a equipe precisava desta classificação. Foi um jogo truncado no meio campo, então pude orientar a defesa e sempre tento ajudar da melhor maneira possível. Todo mundo entrou focado, sabendo que tinha que trabalhar bem a bola e que se não tomássemos gol a gente classificava. A equipe criou algumas oportunidades e fomos coroados com o gol do Rogério que entrou e nos deu a classificação. Vamos treinar, trabalhar o máximo para que a gente possa encaixar a marcação, criar ainda mais e buscar a vaga nas oitavas. Fizemos uma pré-temporada muito boa, corrigimos alguns erros no ano passado, principalmente na defesa, então vamos continuar trabalhando. A cobrança por substituir o Rogério Ceni é muito maior, mas me preparei para isso mas fico feliz por estar jogando bem. Falei com ele antes de começar o Paulistão, ele me desejou sorte e disse para eu ficar tranquilo.

Thiago Mendes, volante
Foi um gol sofrido, mas buscamos o gol desde o início. A gente não jogou pelo empate, nosso time se comportou bem dentro de campo e graças a Deus saiu com a vitória daqui

Michel Bastos, meio campista e capitão do time
Durante a semana o próprio treinador tentou colocar na nossa cabeça que não ia ser fácil. A gente escutou muita gente falando que a classificação já estava garantida mas entramos dentro de campo sabendo da dificuldade que seria. Conseguimos, a equipe está de parabéns e agora é trabalhar para que a gente possa chegar longe nesta Libertadores.

Hudson, volante
Pela dificuldade da partida o time se comportou muito bem, soube ter paciência. Era um jogo muito difícil e a classificação foi merecida. A equipe está com um pensamento só que é voltar a dar títulos para o São Paulo e hoje foi mostrado isso, a vontade dentro de campo. São Paulo é um time grande que entra pra disputar título em qualquer campeonato, mais ainda na Libertadores que já é tradição no São Paulo. Em um jogo como esse às vezes um carrinho a mais que você dá levanta a torcida para poder ajudar a gente. Calleri tem faro de gol, já mostrou isso nos outros jogos e está ajudando a gente bastante, com certeza vai ajudar muito mais e a gente conta muito com ele.