5 semelhanças entre Batman vs Superman e o Palmeiras em 2016

Reprodução/Warner Bros

O Palmeiras em 2016 está longe de atender às expectativa de sua torcida que, após a conquista do título de campeão da Copa do Brasil no ano passado, se vê cada vez mais distante dos bons resultados na atual temporada. Nas últimas 5 partidas, por exemplo, o Verdão perdeu 4 vezes.

LEIA MAIS:
LAUDA FALA SOBRE ESTADO DE SAÚDE DE SCHUMACHER: “DEVEMOS ESPERAR”
VÍDEO: VEJA UMA DAS TENTATIVAS DE ENTERRADA MAIS BIZARRA DO BASQUETE
VÍDEO: ZAGUEIRO COMETE FALTA E AMEAÇA ADVERSÁRIO DE MORTE DENTRO DE CAMPO
CICLISTA É CRITICADO POR NÃO USAR CAPACETE E DÁ RESPOSTA POLÊMICA; CONFIRA
MESSI ABSOLVE LATERAL BRASILEIRO POR ENTRADA VIOLENTA: “NÃO TEVE A INTENÇÃO”

Desta derrotas, 3 foram consecutivas e sob o comando de Cuca, treinador contratado para substituir Marcelo Oliveira, demitido após um resultado negativo dentro de casa diante do Nacional, do Uruguai. Curiosamente, o novo comandante estreou também contra a equipe do país vizinho e também foi derrotado.

A sensação que dá no torcedor alviverde não é de orgulho da equipe, já que dentro de campo os resultados positivos não tem aparecido, apesar de Allianz Parque estar frequentemente lotado. Diante disso, o Torcedores.com preparou algumas semelhanças entre o Palmeiras e o filme Batman vs Superman: a origem da justiça, que estreou nesta quinta-feira (24) no Brasil.

  • Comandante em má fase: Cuca e Marcelo Oliveira são bons treinadores, mas ambos não conseguiram (até o momento) mostrar seu potencial máximo no Palmeiras, tal como o diretor Zack Snyder que não soube fazer seu melhor trabalho ao dirigir o filme Batman vs Superman: a origem da justiça;
  • Elenco com nomes de peso, mas que não correspondem: O Palmeiras tem um elenco repleto de jogadores de peso, mas que não correspondem dentro de campo, tal qual Ben Affleck ao ser o Homem-Morcego em Batman vs Superman: a origem da justiça;
  • O destaque é prejudicado: O grande responsável pelo título da Copa do Brasil no ano passado foi o goleiro Fernando Prass, mas que diante da má fase do time está sendo prejudicado e, apesar de todo o seu esforço, não consegue evitar os resultados ruins. O mesmo de dá com a Mulher Maravilha (Gal Gadot), que rouba a cena na luta final de Batman vs Superman: a origem da justiça, porém tem sua participação prejudicada pela estrutura do filme;
  • Orçamento milionário: O Palmeiras tem hoje um dos maiores orçamentos do futebol brasileiro, entretanto, isso não está garantindo a satisfação da torcida, tal qual Batman vs Superman: a origem da justiça, cujo investimento elevado resultou em um filme abaixo do esperado; e
  • Propaganda enganosa: Antes de a bola rolar, o Palmeiras era um dos grandes favoritos aos títulos do Campeonato Paulista e da Libertadores, contudo, na prática, a equipe pode ser eliminada precocemente de ambas se não reencontrar rapidamente o caminho da vitória. Processo parecido ocorre em Batman vs Superman: a origem da justiça, cuja expectativa foi muito além do que se vê nas telonas.

Crédito da Imagem: Reprodução/Warner Bros