6 jogadores criticados pelos corintianos que deram a volta por cima com Tite

Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians - Edu Dracena - Após o Brasileirão, o zagueiro se transferiu para o Palmeiras onde é reserva da equipe. Dracena está prestes a se tornar bicampeão do torneio

O Corinthians praticamente se desmanchou em relação ao elenco campeão de 2015 e com isso novos jogadores estão tendo oportunidade com Tite. O problema é que alguns não têm a confiança da torcida, mas mesmo assim estão “renascendo” nas mão do treinador corintiano e essa não é primeira vez que o gaúcho consegue colocar um jogador em alta quando ele é criticado pelos adeptos alvinegros.

Tite, além de estudar, analisar e escalar a equipe, também tem o trabalho de reabilitar a confiança dos jogadores que passam pelo Corinthians. Claro, nem todos são os felizardos que conseguem dar a volta por cima, casos de Alexandre Pato e Adriano, no entanto seis jogadores criticados pela torcida deram a volta por cima e ganharam a confiança dos corintianos.

Danilo: 

Chegou como uma das esperanças para o Centenário do Corinthians. Não foi bem em 2010 e recebeu criticas da torcida. Esteve perto de ir para o Cruzeiro em 2011, mas Tite segurou o meia e hoje é um dos maiores ídolos da Fiel.

Fabio Santos: 

Chegou no Corinthians em 2011 e seu início no Timão não foi empolgante. Mas Tite não desistiu do camisa 6, que foi titular naquela temporada e no fim foi campeão brasileiro e nos anos seguintes conquistou tudo pelo Alvinegro.

Felipe:

O zagueiro chegou em 2012. Ficou na maioria das vezes no banco de reservas e quando entrava era sempre motivos de criticas por meio dos torcedores corintianos. Com a saída de Anderson Martins, ganhou a titularidade ao lado de Gil em 2015. Tite colocou o zagueiro entre os 11 titulares desde a pré-temporada nos EUA – deixou Edu Dracena no banco – e no fim se tornou campeão brasileiro com a melhor defesa do torneio.

Fagner: 

Chegou em 2014 com Mano Menezes. Mesmo assim era alvo de criticas da torcida por saber atacar e na marcação deixar a desejar. No entanto, Tite mais uma vez colocou seu trabalho e hoje o lateral é cogitado para ir para a seleção brasileira.

Vagner Love: 

Nunca critiquei! Essa foi a ironia usada pelos corintianos para brincar com o atacante que teve um péssimo início de Corinthians. Chegou a treinar separado e foi muito cornetado pela torcida alvinegra. No entanto, Tite persistiu no camisa 99 e no fim de 2015, foi um dos artilheiros do time no Brasileirão.

Rodriguinho: 

Ainda é muito criticado, mas com a ausência de Elias está jogando como segundo volante e é mais um dos jogadores que, aos poucos, está respondendo à confiança de Tite.



Jornalista. Como todo torcedor também gosto de dar meus pitacos. Fã da seleção italiana, do Milan e do Arsenal.