6 jogadores provam que no Corinthians convocação é sinônimo de futura venda

Getty Images

No último sábado, o corintiano Felipe foi convocado pela seleção brasileira para substituir David Luiz, suspenso por acumulo de cartões amarelos. Mas se os torcedores do Corinthians ficaram felizes com a representação do zagueiro no Brasil, eles têm que ficar preocupados, pois no Timão convocações significam futuras vendas de jogadores.

Após passar por uma fase complicada entre 2006 e 2008, o bom ambiente no Timão recomeçou a partir de 2009 e desde então o Corinthians passou a ter, constantemente, jogadores convocados para a seleção brasileira e na maioria das vezes esses atletas saíram do Parque São Jorge.

As exceções foram Ralf, Cássio e Elias – nesta segunda passagem – mas vale ressaltar que os dois últimos ficaram com um pé fora do Corinthians até o início de 2016.

Relembre os jogadores:

André Santos: Convocado para a Copa das Confederações em 2009, saiu ainda naquela temporada onde foi para o Fenerbahçe, da Turquia.

Elias: O volante foi convocado para a seleção brasileira em 2010, logo após a Copa do Mundo da África e ao fim do Brasileirão daquele ano, o ídolo do Timão foi para o Atlético de Madrid.

Jucilei: Um dos destaques do meio-campo do Corinthians ao lado de Elias, o volante também foi convocado em 2010 depois da Copa do Mundo. Mas saiu do Corinthians logo após a eliminação na pré-Libertadores, em 2011.

Paulinho: O volante substituiu Elias no Corinthians na temporada 2011 e a recompensa veio em setembro de 2011. O camisa 8 foi convocado para a seleção e saiu do Timão dois anos depois, onde foi para o Tottenham.

Gil: Após duas boas temporadas com o Corinthians, Gil, enfim, foi convocado pela primeira vez em 2015. Ainda na pré-temporada deste ano, o zagueiro foi para a China.

Renato Augusto: O meia não era convocado há quatro anos e após uma boa temporada no Corinthians em 2015, Renato Augusto foi convocado para a seleção. Coincidência ou não, saiu do Timão antes da volta do time no ano de 2016.

Exceções:

Ralf: Foi convocado pela primeira vez em 2011 e mesmo tendo propostas ficou no Timão.

Cássio:
Foi convocado em 2015 junto com GIl, Renato Augusto e Elias, e chegou a não jogar pelo Corinthians por estar negociando com o Besiktas-TUR e ficou com um pé fora do Timão.

Elias: 
Assim como Cássio, foi convocado em 2015 e ficou perto de assinar com o Hebei Fortune, da China.



Jornalista. Como todo torcedor também gosto de dar meus pitacos. Fã da seleção italiana, do Milan e do Arsenal.