Eliminatórias: Brasil tem mesmo aproveitamento da primeira Era Dunga

Rafael Ribeiro/CBF

Foi mais uma apresentação decepcionante da seleção brasileira. Mesmo após abrir dois gols de vantagem, a equipe permitiu o empate ao Uruguai. Após cinco rodadas, o time de Dunga tem pontuação nas Eliminatórias de sua primeira passagem.

LEIA MAIS:
OPINIÃO: Por que Neymar não é o líder que a Seleção Brasileira precisa
Opinião: Seleção Brasileira fraca e com jogadores mentirosos

Embora oito anos separem as campanhas, elas são muito parecidas. Dois empates, duas vitórias e uma derrota. Após cinco rodadas, esses eram os resultados nas Eliminatórias de 2010 e são os resultados também dessa. No quesito gols feitos e gols sofridos, o time atual tem melhor ataque com nove gols, um a mais que em 2010. Essa estatística pode ser interpretada como a diferença das opções de ataque nos dois elencos. A  seleção atual é uma equipe com mais opções, permitindo variações que não eram possíveis em 2010.

No entanto, a equipe atual de Dunga sofreu seis gols, dois a mais que na primeira passagem. E justamente a defesa foi um dos pontos mais criticados pela torcida na partida contra o Uruguai. O zagueiro David Luiz, acusado de falhar nos dois gols da Celeste Olímpica, foi alvo da ira dos torcedores nas redes sociais.

Um dado interessante é que dos cinco jogadores que marcaram nesse mesmo período nas eliminatórias de 2010, três estavam dois anos depois na Copa como titulares. A fidelidade é uma das características que Dunga traz desde os tempos de jogador e que também o acompanha em sua carreira como treinador.

Resta saber se Dunga continuará a ter respaldo da fragilizada CBF para continuar seu trabalho, mesmo que volte do Paraguai na próxima terça com uma derrota e outra atuação ruim na bagagem.