Argel comenta pressão e vitória no comando do Inter

Inter
Ricardo Duarte / Internacional

Após quatro empates, o Inter finalmente voltou a vencer. Neste sábado, 26, diante do Novo Hamburgo, o clube colorado emplacou um 4-2 para afastar as desconfianças do Beira-Rio e dar sobrevida ao técnico Argel Fucks, muito pressionado no cargo.

LEIA MAIS
MERCADO DA BOLA 2016: PRESIDENTE DO INTER FALA EM CINCO REFORÇOS

EM TEMPOS DE PÁSCOA, RELEMBRE CINCO CHOCOLATES HISTÓRICOS EM CLÁSSICOS GRE-NAL

Vitória por goleada no Beira-Rio e três pontos na conta do Gauchão. Combinação perfeita para que a crise que ronda o Inter se dissipe momentaneamente, principalmente a nuvem negra que se formou sob a cabeça do técnico Argel Fucks nos últimos jogos colorados. Após a vitória, o treinador comentou exatamente sobre isso.

“Estou no futebol há 25 anos. São 8 anos como treinador profissional. Sempre se está pressionado. Eu, desde o dia que cheguei aqui, estou pressionado. É trabalhar e mostrar resultado, ganhar jogo. E foi o que fizemos hoje. É para dar tranquilidade, confiança, entender que o caminho é esse, que a diretriz é essa, o planejamento é esse. É uma coisa normal, que estamos habituados e preparados para receber esta carga toda”, disse Argel.

O Inter não vencia uma partida desde o dia 28 de fevereiro, quando derrotou o Juventude por 1-0, também pelo Gauchão. Com o triunfo sobre o Novo Hamburgo, o colorado chega a 20 pontos, na quarta colocação do estadual.

“Claro que é importante ganhar o jogo da maneira que a gente ganhou. Foi uma equipe tranquila, segura, envolvemos o adversário, criamos várias chances, tivemos volume de jogo. O momento que passa, da pressão, é normal, pela grandeza do clube. Por ser um clube de ponta. Temos que dar resultado e ter performance boa. Recuperamos pela vitória a tranquilidade e confiança, nossa convicção de saber que está no caminho certo”, finalizou Argel Fucks.

Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação