Chocolates Inesquecíveis: Botafogo estraga a festa de aniversário do Flamengo em 1972

O 15 de novembro de 1972 acabou sendo o dia de uma das maiores humilhações que o Botafogo impôs ao Flamengo. Não apenas pela goleada em si, mas pelo fato de ela ter acontecido no dia do aniversário do rubro-negro.

Sandro Varela
Colaborador do Torcedores.com e amante do automobilismo.

No apito inicial de José de Assis Aragão, o jogo começou com os dois times estudando um ao outro e com 15 da primeira etapa, Jairzinho (o Furacão da Copa de 70) abriu os trabalhos. Tinho rebateu mal uma bola e ela sobrou no pé do camisa 10 botafoguense para abrir o marcador. Fogão 1 a 0.

Aos 35, Zequinha recebe passe de Jairzinho, e ele lança na área para Fischer cabecear e fazer 2 a 0 para o Botafogo. Seis minutos depois, outra vez Fischer fez a festa alvinegra. Outro cruzamento de Zequinha, certeiro, para o cabeceio do argentino que anotou o 3 a 0.

Começa o segundo tempo e Zagallo tentou mandar o rubro-negro para frente, visando uma reação, só que aos 23, nova festa da Estrela Solitária. Zequinha cruza na área e a bola cai no pé de Jairzinho, que amplia para 4 a 0 o placar.

No minuto 38 da segunda etapa, outro cruzamento de Zequinha e Jairzinho, de letra, faz o quinto do alvinegro. O sexto veio com Ferretti (atual treinador do Tigres do México), quando a torcida botafoguense gritando ‘chega, chega!’, e o atacante que entrou na vaga de Fischer para encerrar os trabalhos no Maracanã.

O feito foi comemorado por nove anos com uma faixa sempre estendida nos jogos contra o Flamengo em que dizia: “Nós gostamos de Vo6!”

FICHA TÉCNICA:

Botafogo 6 x 0 Flamengo
Data: 15 de novembro de 1972
Local: Maracanã – Rio de Janeiro (RJ)
Público: 46.279
Árbitro: José de Assis Aragão

Gols: Jairzinho aos 15′, Fischer aos 35′ e aos 41′ do primeiro tempo, Jairzinho aos 23′ e 38′ e Ferretti aos 42′ do segundo tempo.

Botafogo: Cao, Mauro, Valtencir, Osmar e Marinho; Nei e Carlos Roberto; Zequinha, Fisher, (Ferretti), Jairzinho e Ademir, (Marco Aurélio). Técnico: Leônidas.

Flamengo: Renato, Moreira, Chiquinho, Tinho e Rodrigues Neto; Liminha e Zanata, (Mineiro); Rogério, (Caio), Fio, Humberto e Paulo César. Técnico: Zagallo.

Foto: Reprodução YouTube