Começa a seletiva olímpica do Nado Sincronizado no Rio

Agora é a vez do encanto e da beleza do nado sincronizado nos eventos-teste Aquece Rio, visando os Jogos Olímpicos Rio 2016. Trata-se do Rio Open, evento final qualificatório para os Jogos, que se inicia nesta quarta-feira e termina no domingo, no mesmo Parque Aquático Maria Lenk que vai receber a modalidade em agosto. Serão 133 atletas de 30 países, que buscam as vagas restantes para o grande evento do ano.

Flávio Barbosa
Colaborador do Torcedores

Crédito: Crédito da foto: Reprodução/ Youtube

LEIA MAIS:
10 curiosidades sobre as Olimpíadas: números e fatos do Rio 2016

O Brasil, anfitrião, já tem vaga para dueto e equipe, assim também como Rússia, China, Austrália e Egito, representando seus continentes. Também se classificaram os duetos de Ucrânia, Japão e Canadá, porque América, Ásia e Europa também tiveram o direito de classificar uma dupla, mesmo sem vaga na equipe, segundo a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA).

Serão oito equipes e 24 duetos na disputa olímpica, o que faz este pré-olímpico valer três vagas por equipe – na disputa estão Japão, Ucrânia, Canadá, Itália, Espanha, França e Chile – e 13 vagas nos duetos. As três equipes vitoriosas também classificam automaticamente seus duetos para os Jogos. As brasileiras, mesmo não competindo, não ficarão de fora: a equipe vai se apresentar no sábado e o dueto, no domingo, ambos ao meio-dia, para encantar a plateia.

Porém, há um grande problema para o evento: o tempo. Uma frente fria, uma área de baixa pressão e um corredor de umidade vindo da Amazônia estão sob o Rio de Janeiro, o que aumenta a possibilidade de uma chuva fortíssima, inclusive durante o evento, o que é preocupante para a organização. Mesmo assim, esforços não serão medidos para que o evento saia a contento, como foi com os saltos ornamentais. Haverá a transmissão do evento no canal da Federação Internacional de Natação (FINA) no Youtube, para quem não puder ir.