Serena sofreu com racismo na última vez que decidiu Indian Wells. Veja.

Após 15 anos, a americana e número 1 do mundo, Serena Willians, voltará a disputar uma decisão de Indian Wells em sua carreira. Ontem, ela despachou a polonesa Agnieszka Radwanska, por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 7/6 (7-1), em pouco mais de uma hora e meia. Agora, irá encarar a bielorrussa Victoria Azarenka (15). No entanto, ela prefere esquecer a última vez que esteve na disputa do título do torneio californiano.

Eder Bahúte
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Credito da foto: Reproducao/Facebook Oficial BNP Paribas Open

LEIA MAIS:

AZARENKA VENCE COM DIREITO A “BICICLETA” E VAI AS SEMI DE INDIAN WELLS

Em 2001, as irmãs Willians, Serena e Vênus, se enfrentariam na semifinal, porém, Vênus desistiu da partida em razão de uma tendinite, o que teria gerado um grande descontentamento do público que não digeriu bem a situação. Tanto que na final, diante da belga Kim Clijsters, a líder do raking da WTA admitiu ter ouvido gritos de insultos raciais vindo das arquibancadas.

No ano passado, em uma declaração para a revista Time, Serena recordou com muita tristeza o episódio e apesar ter vencido o jogo, afirmou que naquele dia, perdeu uma luta pela igualdade. “Foi duro, para mim, esquecer as horas que passei chorando no vestiário de Indian Wells depois de vencer em 2001, dirigir de volta para Los Angeles sentido que havia perdido o maior jogo de todos os tempos, não apenas um jogo de tênis, mas uma luta pela igualdade”, disse.

Depois disto, como protesto, Serena e Vênus decidiram não participar mais da competição, um dos principais do calendário feminino. Foi em Wells que ela conquistou sua primeira vitória como profissional, em 1997, justamente com a irmã nas duplas.

Somente em 2015, Serena decidiu colocar um fim na história e anunciou que retornaria a disputar o torneio. A americana garantiu que perdoa quem a ofendeu na ocasião e diz que volta por amor a modalidade. “Jogo pelo amor ao esporte e com todo esse amor na cabeça, e com um novo entendimento do que é o perdão, é que anuncio que voltarei a Indian Wells em 2015”.

Serena e Azarenka entram em quadra às 15h (de Brasília). No retrospecto do confronto entre as duas, a norte americana leva grande vantagem sobre sua rival. Em 20 partidas realizadas, anotou 17 vitórias. O último êxito da bielorrussa aconteceu em 2013, no torneio de Cincinnati.