Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Fox Sports evita usar nome de atleta do Nacional-URU para não dizer “palavrão”

Pelo segundo jogo seguido do Nacional-URU na Liberadores, os narradores do Fox Sports não pronunciaram o sobrenome de um jogador do time uruguaio por ele ser considerado um “palavrão” no canal esportivo. Nos duelos contra Rosario Central na semana passada e nesta quarta-feira (2) diante do River Plate-URU, os profissionais não puderam chamar o meio-campista Gonzalo Porras pelo seu sobrenome, prática comum na América Latina.

Marcel Thomé
Colaborador do Torcedores.com

LEIA MAIS:

ROSARIO CENTRAL TERÁ DESFALQUE DE QUATRO TITULARES CONTRA O PALMEIRAS

No jogo Rosario Central x Nacional na última quinta-feira, o narrador Marcos de Vargas até começou utilizando o sobrenome, mas durante o jogo recebeu a ordem de parar. ” A partir de agora será apenas Gonzalo. Não podemos mais utilizar o sobrenome do jogador, pois é um palavrão”, explicou.

Nesta quarta, o narrador de Nacional x River Plate foi Hamilton Rodrigues e o expediente foi utilizado novamente, desta vez, desde o início da partida.

Apesar de estranho, a não pronunciação do sobrenome dos jogadores não é uma novidade em narrações no Brasil.

Durante o Torneio de Verão da Argentina, no ano passado, no duelo Vélez Sarsfield x Boca Juniors, o atacante do Vélez, Milton Caraglio, também não pôde ter seu sobrenome pronunciado por Marco de Vargas. O atleta foi chamado apenas de Milton.

Outro caso ocorreu durante a Copa do do Mundo de 2006, quando os narradores brasileiros fizeram malabarismos para não dizer o sobrenome do então goleiro da Costa Rica, José Porras.

Crédito da foto: Divulgação/Club Nacional de Football