O Grande jogo: Relembre a magnífica final do Mundial de 2005

Mundial
Credito da foto: Divulgacao/site da Fifa

18 de dezembro de 2005. Uma das datas mais memoráveis, que ficaram cravadas na história do São Paulo. Dia em que o Tricolor teve o mundo da bola em suas mãos pela terceira vez.

LEIA MAIS

SÃO-PAULINOS FICARÃO COM SAUDADES APÓS VER O RETROSPECTO DE OSORIO NO MÉXICO

A temporada 2005 foi perfeita para o time do Morumbi, que faturou o Campeonato Paulista, a Libertadores da América e o título mais expressivo para os clubes do planeta bola: o Mundial. Especificamente, um jogo está gravado na memória dos são-paulinos: a final contra a “seleção” do Liverpool – que tinha em seu elenco ótimos jogadores, de diferentes países.

Porém, o time da terra dos Beatles não assustava o Tricolor, que tinha jogadores experientes, entrosados e bons tecnicamente no elenco. O capitão desse destemido São Paulo era o Mito Rogério Ceni, que conduzia a equipe às vitórias, e que inclusive deixou seu gol na competição, na semifinal, contra o Al-Ittihad.

Escalações

São Paulo: Rogério Ceni, Fabão, Edcarlos, Lugano, Cicinho, Júnior, Mineiro, Josué, Danilo, Amoroso e Aloísio.

Liverpool: Reina, Warnock, Finnan, Hyypia, Kewell, Gerrard, Luis Garcia, Alonso, Morientes, Sissoko e Carragher.

O gol

Captura de Tela (772)

Para uma partida como essa, em que o Liverpool pressionava tentando abrir o placar, o gol do São Paulo aos 26 minutos era tudo que o time queria. Com um passe de trivela, o atacante Aloísio serviu o volante Mineiro na entrada da área (invertendo os papéis no ataque), que abriu o placar com um belo gol – tirando as chances de defesa do goleiro Pepe Reina. Não era apenas um gol marcado. Era uma sequência de 11 jogos do Liverpool sem tomar nenhum gol sendo quebrada em Yokohama. Era o gol solitário, que traria a taça mais importante de volta para o Morumbi.

A defesa

Reprodução de vídeo.

Sete minutos do segundo tempo. Uma falta próxima à área Tricolor. Um chute quase perfeito. O milagre.

Gerrard fez a cobrança com maestria; Rogério Ceni defendeu, no ângulo, com a alma – de quem é mais do que um jogador, é um torcedor são-paulino.

Outras defesas

Captura de Tela (774)

Ao longo da partida, o Liverpool pressionava várias vezes e levava perigo a Ceni, mas o goleiro foi gigante até o fim e o gol inglês não saiu.

Assista a partida completa no Youtube:

São Paulo x Liverpool – Mundial 2005: Uma partida que mexeu com a emoção da torcida Tricolor. A vitória foi ameaçada durante todo o confronto, mas com grandeza do até então bicampeão Mundial, o São Paulo conseguiu derrotar o “imbatível” time dos Reds, e ganharam o mundo novamente.

Crédito da foto: Divulgação/site da Fifa; Reprodução/Youtube.