Opinião: Palmeiras deixa escapar mais uma em casa e solidifica a crise

Palmeiras
Foto: César Greco/Ag. Palmeiras

Mais uma semana de trabalho se passou e o Palmeiras perdeu mais uma, desta vez contra o Red Bull Brasil, em um jogo que no primeiro tempo foi uma das piores atuações do time no ano.

LEIA MAIS:
Crise no Palmeiras: veja 5 motivos que explicam o mau momento do clube

Palmeiras perdeu mais uma no Pacaembu e claramente se percebeu que no primeiro tempo o time estava muito afetado com a pressão sofrida pelos últimos jogos ruins e derrotas. O Red Bull Brasil, que nada tem a ver com isso, jogou com inteligencia utilizando a fragilidade palmeirense como arma de guerra.

Em bela jogada de contra-ataque, o time de Campinas abriu o placar com Thiago Galhardo, que passou com facilidade sobre Edu Dracena. No segundo gol, Roger, SOZINHO, teve apenas o trabalho de colocar a cabeça na bola e jogar para a rede em escanteio!

Vamos aos acontecimentos importantes do jogo:

  • Dudu substituído: falta de comunicação ou opção do treinador, fato foi que nem a comissão do Palmeiras parece estar tranquila com o time, Dudu sentiu um desconforto e já foi substituído imediatamente por Allione, o jogador reclamou e disse que tinha condições de jogar. O que acham ? Opção técnica ou medica ?
  • Jogadas de Fernando Prass: quem leu meu ultimo post viu uma ressalva minha sobre bolas longas ligando a defesa com o ataque, uma coisa muito boa neste jogo é que apenas 2 bolas foram jogadas pelo nosso arqueiro de forma longa, o que melhorou bem no segundo tempo.
  • Rafael Marques, Egidío, Alecsandro: alguns destaques positivos do Palmeiras foram as atuações dos jogadores citados, Rafael Marques ganhou uma chance pela falta de Gabriel Jesus, e como admiradora do futebol dele, tenho que destacar a vontade do jogador e a busca pelas bolas la na frente, no post anterior já havia dito sobre a forma que Alecsandro estava jogando, estava no banco e quando entrou deu uma renovada no time, jogando aproximado do Robinho que não conseguiu fazer tantas jogadas pelo meio, sendo assim tanto esforço resultou no gol feito por Alecsandro, mas a surpresa mesmo do jogo foi o Egidio, pelo fato de não marcar muito bem e ser conhecido pela “Avenida Egidio” (referencia da torcida com relação aos espaços que ele dá ao adversário) ele procurou jogo, levantou bolas na área, colocou uma bola na trave em uma cobrança de falta e ate chutou no gol.. Com toda certeza demonstrou garra.
  • Cuca: no começo do segundo tempo foi nítido a ausência de um jogador que pegasse a responsabilidade do jogo e trabalhasse a bola pelo meio, então Cuca tirou Zé Roberto do banco, e ele bateu no peito e disse “Pode vir responsabilidade”, depois da entrada de nosso querido Zé, o jogo melhorou em grande escala.
  • Erros de passes: sem duvida hoje não foi um jogo bom para Lucas que errou alguns passes e fez alguns lançamentos que quase sempre devolviam a bola para o RB Brasil.
  • Vitor Hugo: sempre buscando as bolas pelo alto, mais uma vez acabou saindo de campo e indo direto para o hospital por uma disputa de cabeça, que acabou em até alguns segundos desacordados pela batida. Desejamos melhoras para o defensor alviverde.

 

Bom, contudo o Palestra tentou.. tentou e não conseguiu empatar, a verdade é preocupante até por que o grupo do Palmeiras encontra-se um pouco embolado. Restam quatro jogos para restaurar a confiança do time e se classificar para o Paulistão.