Mancha Verde chama Paulo Nobre de “playboy mimado” e rebate nota do Palmeiras

Crédito da foto: Willian Almeida/Torcedores.com

A Mancha Verde rebateu na noite deste sábado (26) uma nota oficial divulgada horas mais cedo pelo Palmeiras, que acusou a torcida organizada de invadir o CT do clube na Barra Funda, zona oeste de São Paulo. Além de rebater as alegações de agressão, a Mancha ainda atacou o presidente Paulo Nobre e o chamou de “playboy mimado”.

LEIA MAIS
TORCIDA DO PALMEIRAS VAI AO CT PARA CONVERSAR COM OS JOGADORES

No começo da tarde, a própria Mancha havia anunciado em sua página no Facebook que integrantes da organizada estiveram no CT e conversaram com parte do elenco e a comissão técnica do Palmeiras. Mas o clube divulgou depois a nota rebatendo o tom “amistoso” pregado pela torcida, repudiou de forma veemente o que chamou de “invasão”, afirmando ainda que tal ação “atrapalhou” o último treino do time que joga neste domingo contra o Água Santa, em Presidente Prudente.

A Mancha, em sua defesa, disse que policiais militares da região estavam dentro do CT do Palmeiras e acompanharam toda a movimentação. A torcida questionou, então, o motivo pelo qual nenhum de seus integrantes foi preso, já que o clube acusou as agressões. “A nossa conduta foi só uma, entrar no CT, conversar com os líderes da equipe e ter uma direção sobre o que estava acontecendo com o time em campo”, disse a torcida em trecho da nota divulgada nesta noite.

No fim da nota, veio o ataque pessoal a Paulo Nobre, que tem relação conflituosa com a Mancha desde o início de seu primeiro mandato, em 2013. “Quanto a você Paulo Nobre, mais uma vez tentou jogar a mídia e os torcedores “comuns” do Palmeiras contra nós. Mas dessa vez vai ser em vão”, prometeu a organizada.

“Estamos aguardando as imagens com qualquer agressão que tenha vindo da nossa parte. Você é um Playboy mimado que não se preocupa com a torcida do Palmeiras”, disse a Mancha.

Leia a íntegra da nota da Mancha Verde:

Sobre a nota de repúdio que o Palmeiras emitiu contra a Mancha, gostaríamos de fazer uma pergunta:

Se houve agressão por parte da torcida contra qualquer jogador ou funcionário do clube, por que a Polícia não prendeu os agressores?
Pra que fique claro para todos, a Polícia Militar da região estava dentro do CT e acompanhou toda manifestação da torcida no local.

Caso realmente alguém tivesse sido agredido ou algum patrimônio do clube tivesse sido quebrado, estaríamos presos agora! A nossa conduta foi só uma, entrar no CT, conversar com os líderes da equipe e ter uma direção sobre o que estava acontecendo com o time em campo.

Nosso papel como torcida é apoiar o clube. Mas temos uma obrigação com nossos associados e todos os 18 milhões de torcedores do Palmeiras em fiscalizar os erros da equipe, afinal, somos nós que representamos a torcida do Palmeiras em qualquer estádio do mundo.

Ficamos cerca de 1h20m dentro do CT, sendo que tivemos quase 1h de conversa PRODUTIVA com o elenco.

Só podemos dizer a torcida que vamos apoiar o clube e dar mais um voto de confiança por acreditar na palavra dos jogadores e comissão técnica.

Quanto a você Paulo Nobre, mais uma vez tentou jogar a mídia e os torcedores “comuns” do Palmeiras contra nós. Mas dessa vez vai ser em vão.
Você diz que vai acionar a Federação Paulista e Ministério Público contra a Mancha, né?
Estamos aguardando as imagens com qualquer agressão que tenha vindo da nossa parte.
Você é um Playboy mimado, que não se preocupa com a torcida do Palmeiras.
Mande as imagens pra qualquer lugar, sabemos que o que foi feito hoje no CT foi o mais correto pra TORCIDA da Palmeiras!

Enquanto isso, continuaremos fiscalizando a S.E Palmeiras..



Editor do Torcedores.com, está no site desde julho de 2014. Repórter e apresentador da TV Torcedores. Formado pela Universidade Metodista de São Paulo, já passou por UOL, Editora Abril e Rede Record. Participou da cobertura da Copa do Mundo de 2014, de dois Pans, dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 e do Rio 2016.