Mercado da Bola: Clube argentino quer Muslera

Reprodução/Facebook Fernando Muslera

O goleiro Fernando Muslera, 29 anos, titular absoluto da Seleção Uruguaia, pode estar de malas prontas para voltar à América do Sul. Segundo informações de importantes veículos de comunicação no continente, o Ovación e a Fox Sports, o charruo seria o principal alvo do River Plate, atual campeão da Taça Libertadores, para substituir Marcelo Barovero, que irá deixar o clube em junho, provavelmente rumo ao futebol mexicano.

LEIA MAIS:
Mercado da Bola: Xeique quer levar Cristiano Ronaldo e Neymar para o PSG

Atualmente no Galatasaray, da Turquia, o contrato de Muslera com o clube tem validade até 2018. No entanto, após a partida entre Uruguai e Brasil, nesta sexta-feira, 26, na Arena Pernambuco, o goleiro elogiou o interesse do River Plate em contar com seu futebol.

– É um orgulho para mim que um clube grande como o River Plate me queira, mas tenho contrato com o Galatasaray até 2018. – afirmou Muslera em entrevista à TyC Sports, emissora de televisão argentina, logo após o duelo pelas Eliminatórias, que terminou empatado por 2×2.

Um fator que contribuiria para a negociação se concretizar seria o fato de Muslera ter nascido na cidade de Buenos Aires, capital da Argentina. Consequentemente, o goleiro não entraria na cota de estrangeiros. Em seu elenco, o River Plate já conta com outros quatro uruguaios: Os atacantes Rodrigo Mora, Iván Alonso e Tabaré Viudez, e o meio campista Camilo Mayada.

O nome do goleiro uruguaio começou a circular nos corredores do Monumental de Nuñez após a negociação com o argentino Sergio Romero, titular da Seleção Argentina e atualmente encostado no banco de reservas do Manchester United, ter fracassado, pois o empresário dele afirmou que, em caso de regresso para o país natal seria para defender as cores de seu time do coração, o Racing.

Muslera começou sua carreira profissional no ano de 2004, quando defendeu as cores do Montevidéu Wanderers. Passou rapidamente pelo Nacional antes de se transferir para o continente europeu. Lá, destacou-se pela Lazio, da Itália, até ir para o Galatasaray, da Turquia, onde permanece até os dias de hoje.