Opinião: Sem Maracanã, Copa do Brasil deve ser o melhor caminho do Flamengo para Libertadores

O Flamengo inicia nesta quarta-feira (16.03) a busca pelo Tetracampeonato da Copa do Brasil em Aracajú, contra o Confiança. Em um ano atípico, já que o rubro-negro não terá sua “casa”, o Maracanã, e nem o Engenhão, cedidos para os Jogos Olímpicos do Rio, uma competição mais curta, de “mata-mata”, pode ser o melhor caminho para a tão desejada vaga na Libertadores da América de 2017.

Allan Abi Madi
Colunista do Torcedores.com.

Crédito: Foto: Gilvan de Souza/Flamengo

Tradição na competição o Fla já tem. Tricampeão, o rubro-negro disputou ao todos seis decisões de Copa do Brasil, chegando também na fase semifinal algumas vezes. O clube é recordista de vitórias (96) e gols marcados (300).

O Flamengo tem se estruturado, montou um elenco qualificado e vem evoluindo com a sequência de jogos na mão de um técnico super vencedor, como Muricy Ramalho. Então por qual motivo achar que a Copa do Brasil seria um caminho melhor que o Campeonato Brasileiro para conquista de uma vaga na Libertadores de 2017?

Pode parecer bobagem, pois a maior torcida do Brasil sempre, ou quase sempre, está em maioria nos estádios que o Flamengo mande seus jogos, como Brasília, Natal, Juiz de Fora, Espírito Santo, ou ainda em qualquer outra Arena de Copa do Mundo. O grande problema é não ter uma “casa” onde se acostume jogar (pode não parecer, mas influencia), e principalmente, o grande desgaste das viagens.

Acompanhe as notícias do seu time do coração pelo Facebook

Uma ou duas vezes que você pegue uma estrada por no máximo uma hora, ou um simples voo de 45 minutos, pode não desgastar tanto um elenco, mas por toda uma competição, em um país imenso como o Brasil, toda semana, é para desgastar muito qualquer jogador, por melhor que seja a preparação física feita.

Esse desgaste certamente será refletido em campo e poderá fazer alguma diferença em determinados jogos do Campeonato Brasileiro, o qual, elenco, técnico e torcida, o Flamengo tem para conquistá-lo. A grande preocupação é o desgaste, o que não impede que o rubro-negro surpreenda mais uma vez e mesmo com viagens e viagens, esteja comemorando o Hepta em dezembro.

Mas de maneira mais racional, hoje, em Março, data da estreia da Copa do Brasil, por toda dificuldade que será enfrentada nesta temporada, se não pela vaga na Libertadores, mas para gritar campeão em 2016, a Copa do Brasil pode ser a maior chance deste Flamengo que só evolui dentro e fora de campo.

As chegadas de jogadores que estão correspondendo, como Rodinei, Juan, Cuéllar, Arão e Mancuello. Outros se recuperando, como Ederson, Marcelo Cirino e quem sabe Alan Patrick, e ainda, craques voltando para boa fase, como Guerrero, fica difícil não acreditar que esse elenco possa conquistar títulos e a vaga para Libertadores.

E o elenco ainda pode melhorar, se lembrarmos que Muricy descartou que o grupo esteja fechado, revelando que zagueiro e atacante estão em pauta no Flamengo (clique no link e leia a entrevista).

Os jogadores também estão motivados, como Marcelo Cirino, que disse sonhar com a Libertadores e afirmou que o Flamengo pode conquistar as três competições que disputa (leia acessando o link).

A Copa do Brasil, por tudo isso, pode ser um bom caminho para que o Flamengo conquiste mais um título nacional, já que é uma competição que tem jogos espalhados por todo ano, e algumas vezes com intervalo entre as fases, permitindo um planejamento de como utilizar melhor o elenco e também de definição de logística para as partidas.

Eventual conquista do Tetra da Copa do Brasil seria especial não apenas para a torcida, mas também para o técnico rubro-negro, que ainda busca seu primeiro título nesta competição. E o próprio Muricy afirmou que treinar o Flamengo é realmente diferente, conquistar algo pelo clube seria uma coisa imensa e que confia em títulos (leia a entrevista acessando ao link).

Como o futebol está longe de ter lógica, vamos aguardar o início antes de definir o fim, que só ocorrerá lá para dezembro.

 

Foto: Divulgação

Curtiu essa matéria? Siga o autor no Twitter: @allanmadi