Palmeiras ou Vasco? Prass revela onde relação é mais intensa

Para quem teve Oberdan Cattani, Leão, Marcos, dá para imaginar o porquê de o Palmeiras ser considerado uma verdadeira Academia de goleiros. A partir da aposentadoria de “São Marcos”, todavia, os pratas da casa já não passavam tanta confiança assim. Por isso o clube recorreu a Fernando Prass, até então ídolo da torcida do Vasco.

Redação Torcedores
Textos publicados pela Redação do Torcedores.com.Contato: redacao@torcedores.com

Crédito: César Greco/Ag. Palmeiras

LEIA TAMBÉM:
Crefisa pode colocar Éverton Ribeiro e Bernard no Palmeiras se time avançar na Libertadores
Prass fala sobre mudança de técnicos no Palmeiras e sonha com convocação na seleção
Palmeirense “infiltrado” comemora gol no meio da torcida do São Paulo; assista

Mas se virar ídolo de um clube já é complicado, Prass pode-se orgulhar do fato de, em pouco mais de três anos de Palmeiras, ser uma unanimidade para a nação alviverde. Nesta terça-feira, o goleiro será o convidado do programa “Bola da Vez”, da ESPN Brasil, a partir das 21h30 (horário de Brasília).

Em um pequeno trecho divulgado pelo canal por assinatura, o goleiro comparou a idolatria que tem hoje no Palmeiras com a que teve na época do Vasco. Qual relação é mais intensa? Prass responde.

Acho que o que vivo no Palmeiras está sendo mais intenso do que no Vasco. Lá eu também fui para a segunda divisão, mas estava em Portugal, tinha vindo de um clube menor. Aqui não, vim de um clube grande, onde estava estabilizado. Vim me ‘arriscar’, construir tudo de novo no Palmeiras.

O goleiro passou quatro anos no Vasco da Gama. Prass ajudou o clube a conquistar a Série B do Campeonato Brasileiro, em 2009, e a Copa do Brasil, dois anos depois. No Verdão, desembarcou no fim de 2012 quando o Palmeiras tinha acabado de ser rebaixado. O arqueiro também teve grande importância no retorno do clube paulista à elite do Brasileirão e, em 2015, foi protagonista do Alviverde nos momentos decisivos, principalmente na conquista da Copa do Brasil.

Prass se disse surpreso com mosaico na final da Copa do Brasil. Foto: César Greco/Ag. Palmeiras

Prass se disse surpreso com mosaico na final da Copa do Brasil. Foto: César Greco/Ag. Palmeiras

Na final da competição, Prass chegou até a ganhar um mosaico da torcida alviverde, algo que o próprio goleiro se mostrou bastante surpreso. Veja, a seguir, o que ele disse no “Bola da Vez”.

Eu não sabia do mosaico. Vi que tinham uns cabos de aço, mas pensei que era alugma coisa da CBF. Quando estou entrando, olho para o lado e penso: ‘Caramba! O que é aquilo?’. Eu levei um choque. Por que eu? Parando para pensar pode ser porque vim para o Palmeiras no final de 2012, com o clube sem estádio, na segunda divisão. Vim no momento que ninguém queria. Por ter vindo naquele momento, o torcedor viu em mim o símbolo da transformação.

Curtiu a matéria? Siga o autor no Twitter: @fontes_matheus.
Facebook: Matheus Martins Fontes.

Fotos: César Greco/Ag. Palmeiras