Palmeiras x Rio Claro: Cuca divulga a escalação com dois centroavantes

O Palmeiras encara o Rio Claro nesta quinta-feira (31), às 20h30 (horário de Brasília), na tentativa de finalmente acabar com a péssima fase vivida nesta temporada – já são quatro derrotas seguidas. Por isso, o técnico Cuca, que ainda não venceu no comando alviverde, acaba de divulgar a escalação de sua equipe com várias mudanças.

Marcel Thomé
Colaborador do Torcedores.com

Crédito: Crédito da foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação

LEIA MAIS:

PALMEIRAS X CORINTHIANS: TIMÃO DEVE TER RETORNO IMPORTANTE

VEJA 5 OPÇÕES MAIS INTERESSANTES QUE LEANDRO DONIZETE PARA O PALMEIRAS

PALMEIRAS X RIO CLARO: SAIBA COMO ASSISTIR AO JOGO AO VIVO NA TV

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

O treinador promoveu sete mudanças em relação ao time que começou a partida na derrota contra o Água Santa, no último fim de semana. Por opção do treinador, saíram o lateral direito Lucas, o zagueiro Roger Carvalho, o volante Thiago Santos, o meia Allione e os atacantes Erik e Rafael Marques. Além deles, o beque Edu Dracena está suspenso e também não jogará.

Desta forma, Cuca resolveu escalar um time com dois volantes (Arouca e Matheus Sales) e apenas um meia (Robinho) e três atacantes (Gabriel Jesus, Alecsandro e Barrios) na frente. Na lateral direita, o polivalente Jean ganhará uma chance.

Assim, na partida Palmeiras x Rio Claro, o Verdão terá a seguinte escalação: Fernando Prass; Jean, Thiago Martins, Vitor Hugo e Egídio; Arouca, Matheus Sales e Robinho; Gabriel Jesus, Alecsandro e Barrios.

As opções no banco de reservas são o goleiro Vagner, os laterais João Pedro, Lucas e Zé Roberto, os zagueiros Roger Carvalho e Leandro Almeida, os volantes Gabriel e Thiago Santos, os meias Allione e Régis e os atacantes Erik e Rafael Marques.

Muito mal na competição, o Verdão está seriamente ameaçado de não se classificar para as quartas de final e pior, está também muito próximo da zona de rebaixamento – neste ano, para diminuir o número de participantes no Paulistão-2017 para 16 equipes, a Federação Paulista de Futebol vai rebaixar seis clubes para a Série A-2.

Para isso, o time apostou em uma tática que deu certo por duas vezes na última temporada e passou os últimos dois dias treinando em Atibaia, no interior de São Paulo, para que Cuca pudesse conhecer o elenco que tem à disposição.

Em 2015, foi lá que o clube encontrou forças para conquistar uma sequência de sete jogo de invencibilidade no Brasileirão e o título da Copa do Brasil.

Logo que Marcelo Oliveira chegou ao Palmeiras, o clube viajou para treinar em Atibaia, e quando retornou goleou o São Paulo, por 4 a 0, venceu Chapecoense e Ponte Preta, ambos por 2 a 0, Avaí, por 3 a 0, empatou com o Sport, em 2 a 2, venceu o Santos, por 1 a 0, e o Vasco, por 4 a 1.

Depois, em novembro, quando o time havia tido uma queda de produção muito grande e tinha a final da Copa do Brasil pela frente. No Brasileirão, a ida para o interior não surtiu muito efeito, mas o resultado veio com o título da Copa do Brasil contra o Santos.