Prass fala sobre mudança de técnicos no Palmeiras e sonha com convocação na Seleção

O goleiro Fernando Prass concedeu entrevista para à Rádio Bandeirantes e comentou sobre seu atual momento com a camisa do Palmeiras. O arqueiro palmeirense também avalia a troca de treinador entre Marcelo Oliveira, pelo técnico Cuca que assumiu o clube nesta segunda-feira e já treina a equipe para o duelo contra o Nacional na Copa Libertadores da América.

Redação Torcedores
Textos publicados pela Redação do Torcedores.com.Contato: redacao@torcedores.com

Crédito: Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras

LEIA MAIS:
OMAR FEITOSA ESTÁ DE VOLTA AO PALMEIRAS COMO PREPARADOR FÍSICO

“Toda troca de treinador é complicada, porque se os jogadores tiverem um mínimo de vergonha na cara vão saber que tem uma grande parcela de responsabilidade, afinal o treinador é avaliado pelos trabalhos em campo, ninguém vai no treino ver se está bom ou não. Essa troca nos trás mais responsabilidade, pois sabemos que o Cuca não vai fazer milagre até quinta, e precisamos entender que a necessidade de um desempenho bom pelos jogadores é ainda maior”, analisou ele.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Mesmo vivendo um ótimo momento pelo Palmeiras, Fernando Prass enaltece que ainda não sente a idade e não descartaria uma possível convocação para a Seleção Brasileira. Aos 35 anos, o jogador e acredita que a posição é de muita confiança para o técnico dentro de campo, para ajudar a equipe.

“Eu tô me sentindo muito bem, a questão física, da idade ainda não me atrapalha, obviamente que eu amadureci bastante e todo jogador sonha ter a experiência que o tempo lhe dá com o corpo de quando está começando. Eu estou bem e sempre pronto, mas hoje acho que o Brasil não tem um goleiro que é um ponto fora da curva, como foram Marcos, Dida e Taffarel. Tem muitos bons goleiros, e ai vai de opção. O goleiro vai falhar, inevitavelmente, e ai ele tem que ter a confiança do treinador, é um cargo de muita confiança”, completou.