Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Chocolates inesquecíveis: Em 2011, Trem Bala da Colina atropelou o Aurora

Com show de Bernardo, Juninho, Alecsandro e cia, o Trem Bala da Colina goleou o Aurora em São Januário

Bruno Romão
24 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Divulgação\ fotos.noticias.bol.uol.com.br

2011 foi um ano inesquecível pro torcedor vascaíno. O inédito título da Copa do Brasil foi marcante pro clube, além disso a equipe brigou até a última rodada pelo campeonato brasileiro e chegou nas semifinais da Copa Sul Americana. E é uma etapa da campanha do Trem Bala da Colina na competição internacional que vamos relembrar nesta matéria.

O jogo contra o Aurora da Bolívia, que era a partida de volta válida pelas oitavas de final da competição, ocorreu no dia 26/10/2011, em São Januário. No primeiro confronto em território boliviano, o Vasco saiu derrotado por 3 a 1. Precisando vencer por no mínimo dois a zero, o time, que nessa partida não contou com importantes jogadores como Dedé, Felipe e Diego Souza, veio com tudo pra avançar no torneio. O Trem Bala da Colina contou com um Bernardo inspirado, um Alecsandro que teve uma noite de redenção e um líder e guerreiro em campo: Juninho Pernambucano.

Logo aos 9′ minutos Bernardo fez um gol digno de placa. Após passe de Juninho,o meia deu uma caneta em um marcador, fez um lindo giro sobre outro e soltou uma bomba sem chances pro goleiro Pablo Lanz. Mas aos 15′ minutos um golpe inesperado aconteceu, após Douglas tentar um carrinho para interceptar a jogada, ela rebateu em Andarevis e encobriu Fernando Prass.

Foto: Bruno Gonzalez/EXTRA / Agência O Globo

Exato momento em que Bernardo fuzila o goleiro. Divulgação\ extra.globo.com

 

A partir dai, com a torcida começando a perder a paciência principalmente com Alecsandro, que perdeu boas chances no jogo, o camisa 9 começou a mudar o rumo do jogo. Aos 38′, após Juninho lançar a bola pra área, o atacante se antecipou ao goleiro e colocou o Vasco de novo na frente do placar e aos 44′ de novo de cabeça, depois de cruzamento de Julinho, Alecsandro aumentou a vantagem.

Na volta do intervalo Alecsandro continuou decisivo. Após cruzamento de Fagner que desviou na zaga, a bola sobrou nos pés do atacante que deu uma leve e precisa ajeitada para Leandro, que cara a cara com o goleiro não desperdiçou. Vasco 4 a 1. O show continuou após Fagner ser derrubado na área. Pênalti que Juninho cobrou com maestria no canto direito do goleiro. O Aurora ainda esboçou uma reação aos 26′ minutos, marcando com Peña, também de pênalti. Mas aos 32, Bernardo fez mais uma obra prima, após receber passe de Juninho, o camisa 31 bateu da entrada da área chapa, colocado, a bola ainda bateu no travessão antes de entrar. A festa continuou aos 36′ com o zagueiro Douglas aproveitando cobrança de escanteio. Aos 42′ o Aurora descontou novamente com Segovia, que precisou de duas oportunidades para vencer Fernando Prass. A chuva de gols terminou aos 47′ com Allan. Após receber passa de Jumar na entrada da área, ele deixou o marcador na saudade e bateu no canto alto do goleiro. Festa em São Januário com o Trem Bala da Colina classificado pras quartas de final.

O Vasco fez uma de suas grandes apresentações do ano nesta partida, talvez uma das melhores de Bernardo com a camisa cruz-maltina. O camisa 31 supriu muito bem a ausência de Diego Souza, mostrando explosão, garra e raça, que fizeram Bernardo conquistar a massa vascaína. Se as lesões, confusões extras campo e indisciplina do atleta não tivessem afetado tanto a sua carreira, Bernardo, que fez o melhor ano da carreira em 2011, tinha tudo para virar ídolo do Vasco.

Relembre os gols da partida: