Torcida do Cruzeiro cumpre promessa e não irá ao clássico

terça-feira
Foto: Cruzeiro/Washington Alves/Light Press

Conforme prometido, torcida organizada do Cruzeiro não irá ao clássico e apenas 22% dos ingressos disponibilizados foram comprados por torcedores comuns para partida contra o Atlético-MG.

LEIA MAIS:
ANAF emite nota contra declaração de presidente do Cruzeiro
Atlético-MG x Cruzeiro: Confira a provável escalação do Galo para o clássico

Na última quarta-feira, as sete maiores torcidas organizadas do Cruzeiro lançaram uma nota em conjunto, afirmando que não estarão presentes no clássico no Independência no domingo. A partida entre Atlético e Cruzeiro tem gerado muitas polêmicas por causa de sua realização em período data Fifa, por ser um domingo de Páscoa e também por causa dos valores dos ingressos. Assim, dos 1840 ingressos disponíveis ao Maior de Minas, apenas 420 foram adquiridos — apenas 22%. Os demais já foram devolvidos à diretoria do Galo. A informação é do jornalista Samuel Venâncio.

Segundo a nota as torcidas Máfia Azul, Pavilhão Independente, Geral Celeste, Torcida Jovem, China Azul, TFC e Cachazeiros alegam “falta de respeito com o torcedor, tanto na falta de segurança no estádio, tanto na falta de conforto que um estádio deveria apresentar, da proibição da festa, privando a torcida de levar faixa, bateria e bandeira.” Além de todas essas reclamações, as torcidas também reclamam do valor do ingresso, que custa R$120,00.

Veja a nota oficial:

“Clássico da Burguesia

O conselho das Torcidas Organizadas do Cruzeiro – União Celeste, composta pelas 7 maiores torcidas do clube (Máfia Azul, Pavilhão Independente, Geral Celeste, Torcida Jovem, China Azul, TFC e Cachazeiros), decidiu não estar presente no clássico, devido à falta de respeito com o torcedor, tanto na falta de segurança no estádio, tanto na falta de conforto que um estádio deveria nos apresentar, da proibição da festa, nos privando de levar qualquer faixa, bateria, bandeira, etc.

Tudo isso com um PREÇO ABUSIVO DE R$120,00.

Diante de todos os fatos, ainda existe uma presidência que não apoia sua torcida e pouco se importa se lá irá 5 ou mil integrantes, para ele não fazemos a diferença dentro de campo.

Com tantos pontos negativos, temos a certeza que é melhor abdicar, neste momento, do nosso maior lazer.

Convocamos todos para ver o jogo em frente ao Clube do Cruzeiro, no Barro Preto, com telão e muita festa de todas as organizadas.

Leve sua bandeira, seu sinalizador, sua fumaça e vamos juntos fazer a melhor festa do clássico na rua.

Esta torcida é o povo! Nos respeite!”