Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Tostão aponta erro de Marcelo Oliveira e elogia correção feita por Valentim no Palmeiras

O Palmeiras já não tem mais Marcelo Oliveira como seu técnico desde a última quarta-feira (9), quando o clube foi derrotado pelo Nacional-URU, mesmo adversário desta quinta (17), em Montevidéu, na estreia de Cuca no cargo, mas o ex-craque e atual comentarista de futebol, Tostão, analisou o principal erro do ex-comandante alviverde em sua coluna no jornal “Folha de S. Paulo”.

Marcel Thomé
Jornalista e assessor de imprensa

Crédito: César Greco/Ag. Palmeiras

LEIA MAIS:

VEJA 5 JOGADORES QUE AINDA PODEM DEIXAR O PALMEIRAS NESTE ANO

Aniversário CLUBE EXTRA

Clique e veja as melhores promoções!

RIVER PLATE X ROSARIO CENTRAL: SAIBA COMO ASSISTIR AO JOGO AO VIVO NA TV

PALMEIRAS PODE TER NOVA PARCERIA NO ALLIANZ PARQUE E RESOLVER PROBLEMA, DIZ SITE

Para o ex-jogador, Oliveira errou ao armar o Verdão no 4-2-3-1, mesmo esquema vencedor do Cruzeiro (foi bicampeão brasileiro jogando desta forma com o treinador), mas sem deixar o time equilibrado em campo.

“Marcelo Oliveira, que era muito criticado no Palmeiras por usar o mesmo esquema tático, desde a época do Cruzeiro, o 4-2-3-1, cometeu o erro, o contrário, por mudar a maneira de atuar, ao escalar um jogador pela esquerda e nenhum pela direita. Robinho jogou ao lado de dois volantes, e não como um meia pela direita”, escreveu Tostão.

Segundo o analista, Alberto Valentim, treinador interino do time palestrino no clássico contra o São Paulo, no último domingo (vitória palmeirense, por 2 a 0), corrigiu o erro ao tirar Dudu da posição de meia-armador e colocar Allione aberto na direita.

“Contra o São Paulo, o interino Alberto Valentim corrigiu o erro ao escalar Dudu pela esquerda, Allione pela direita e Robinho pelo centro, entre os dois volantes e o centroavante, como Marcelo fazia no Cruzeiro. Dudu não tem característica para ser armador pelo centro”, completou.

O Verdão volta a campo nesta quinta, contra o Nacional-URU, e precisa de uma vitória para seguir com boas chances de avançar às oitavas da Libertadores. O clube é o segundo colocado do Grupo 2, com quatro pontos, um a menos que o próprio time uruguaio, líder da chave.

Crédito da foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

 

As melhores notícias de esportes, direto para você