10 promessas que o FIFA tentou adivinhar, mas a realidade não ajudou

Uma prática comum entre os jogadores do game FIFA, quando jogam o Modo Carreira, é buscar grandes promessas do futebol mundial para que, no futuro, brilhem pelo seu time ou, ao menos, gerem lucro para os cofres do clube com uma grande transferência.

Redação Torcedores
Textos publicados pela Redação do Torcedores.com.Contato: redacao@torcedores.com

Crédito: Crédito da Foto: Reprodução/Site Oficial FIFA Index

LEIA MAIS:
FIFA 17: SAIBA QUAIS CLUBES BRASILEIROS ESTÃO CONFIRMADOS NO GAME
FIFA 17: SAIBA EM QUE O GAME PRECISA MELHORAR PARA SUPERAR O PES EM TUDO

O jovem atleta pode até vingar (e muito, em alguns casos) pelo game, que traça o potencial de cada jogador de acordo com o que ele tende a desenvolver pelo que apresentou nos últimos meses antes do lançamento do jogo naquele ano, além da repercussão na mídia. No entanto, nem sempre a realidade segue a ficção.

Muitos dos jogadores que pintam como craques, pelo destaque que apresentam nas categorias de base, não conseguem emplacar quando sobem para os profissionais. Alguns casos até chegam a mostrar boa sequência, mas não brilham conforme as expectativas e acabam virando “eternas promessas”.

Dessa forma, o Torcedores.com listou dez promessas do futebol nos últimos tempos que o FIFA até tentou adivinhar, mas a realidade não acabou ajudando tanto assim. Confira, atentando-se para o fato que, na coluna à direita de informações do jogador, os números ao lado do nome são, respectivamente, o rating atual do atleta e a sua projeção para o futuro:

Lulinha

Crédito da Foto: Reprodução/Site Oficial FIFA Index

Crédito da Foto: Reprodução/Site Oficial FIFA Index

Esse é um dos casos mais comentados no futebol brasileiro quando se trata de “eterna promessa”. Estrela na base do Corinthians, em que marcou quase 300 gols, Lulinha subiu para o profissional em 2007 e precisou de quase dois anos para balançar as redes. Depois de rodar times como Bahia, Ceará, Red Bull Brasil e Botafogo-RJ, o atleta hoje disputa o Paulistão pelo Mogi Mirim.

Adryan

Crédito da Foto: Reprodução/Site Oficial FIFA Index

Crédito da Foto: Reprodução/Site Oficial FIFA Index

Adryan estreou pelo Flamengo em 2011, quando tinha apenas 16 anos. No final do mesmo ano, assinou um contrato de multa rescisória milionária com o rubro-negro, mas não rendeu o esperado. Atualmente, o atleta está em seu terceiro empréstimo na Europa – desta vez, pelo Nantes, da França.

Keirrison

Crédito da Foto: Reprodução/Site Oficial FIFA Index

Crédito da Foto: Reprodução/Site Oficial FIFA Index

O K9, como era chamado, chegou a ser artilheiro do Brasileirão de 2008 pelo Coritiba. No ano seguinte, foi para o Palmeiras e também se saiu bem, a ponto de ter sido comprado pelo Barcelona. No entanto, foi emprestado de cara a outros clubes e perdeu a boa sequência. Hoje, atua pelo Londrina, do Paraná.

Kerlon

Crédito da Foto: Reprodução/Site Oficial FIFA Index

Crédito da Foto: Reprodução/Site Oficial FIFA Index

O foquinha ficou famoso no Cruzeiro mais pela sua habilidade (como também acreditou o FIFA) do que pela efetividade e não conseguiu se firmar na carreira. Chegou a passar pela Inter de Milão e pelo futebol dos EUA, mas, hoje, defende o Villa Nova-MG.

Lenny

Crédito da Foto: Reprodução/Site Oficial FIFA Index

Crédito da Foto: Reprodução/Site Oficial FIFA Index

Lenny surgiu no Fluminense em 2007 com um futebol atrativo, se transferiu para o Palmeiras mas foi perseguido pelas lesões. Depois de rodar muitos clubes, o atleta não conseguiu chegar a um acordo com a Portuguesa no começo deste ano.

Freddy Adu

Crédito da Foto: Reprodução/Site Oficial FIFA Index

Crédito da Foto: Reprodução/Site Oficial FIFA Index

O ganês naturalizado norte-americano repercutiu na imprensa mundial em 2006 pelo ótimo futebol que vinha apresentando. Foi para o Benfica, mas acabou rodando por muitos times da Europa e passou até pelo Bahia. Hoje, é o camisa 9 do Tampa Bay Rowdies, que disputa a North American Soccer League (NASL).

Breno

Crédito da Foto: Reprodução/Site Oficial FIFA Index

Crédito da Foto: Reprodução/Site Oficial FIFA Index

Breno despontou no São Paulo com um grande potencial, tendo sido bicampeão brasileiro com o time na ocasião. Era apontado para ser, futuramente, jogador de seleção, tendo ido, inclusive, para o Bayern de Munique. No entanto, em 2011, foi condenado a três anos e nove meses de prisão por incendiar a própria casa. Hoje, o defensor está de volta ao Tricolor Paulista.

Rafael

Crédito da Foto: Reprodução/Site Oficial FIFA Index

Crédito da Foto: Reprodução/Site Oficial FIFA Index

Dos gêmeos que se transferiram da base do Fluminense para o Manchester United, Rafael foi o que apresentou melhor fase. Foi titular por alguns anos na lateral-direita dos Red Devils, mas não conseguiu evoluir todo o futebol que se esperava (como o próprio FIFA mostra). Hoje, joga no Lyon, da França.

Fábio

Crédito da Foto: Reprodução/Site Oficial FIFA Index

Crédito da Foto: Reprodução/Site Oficial FIFA Index

Gêmeo que atua pela esquerda, Fábio não teve tanta sequência como o irmão no United. Chegou a ser emprestado ao Queens Park Rangers e, atualmente, defende o Cardiff City.

BÔNUS

Alexandre Pato

Crédito da Foto: Reprodução/Site Oficial FIFA Index

Crédito da Foto: Reprodução/Site Oficial FIFA Index

Pato é um caso a parte. O atacante foi campeão mundial como titular pelo Internacional com apenas 17 anos, nada menos contra o Barcelona de Ronaldinho. Foi comprado pelo Milan em uma das maiores transações do futebol brasileiro, até começou bem mas foi muito atrapalhado pela lesões. Em 2013, veio para o Corinthians, onde não conseguiu render, sendo emprestado para o São Paulo. Em janeiro deste ano, chegou ao Chelsea por empréstimo, onde só estreou no último domingo (com gol), mas não deve continuar após o final da temporada.

Na sua opinião, Pato é ou não uma das promessas que não vingaram?

Concorda com a lista? Há outros nomes que podem figurá-la? Comente!