Roger elogia o rival, lamenta “deslize” e diz que ainda acredita na classificação

Roger
Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

O Grêmio decepcionou o seu torcedor na fria noite de Porto Alegre nesta quarta-feira. Sem jogar bem e dominado pelo adversário, o time de Roger Machado acabou perdendo por 1×0 para o Rosario Central, em duelo válido pela ida das oitavas de final da Libertadores. No final, algumas vaias ecoaram pela Arena e deram o tom da insatisfação da torcida.

LEIA MAIS:

Jornalista gaúcho revela o time do coração e “quebra” o Twitter

Adversário nas oitavas, Rosario Central tem ex-atacante gremista no elenco

Mas, para Roger, nada ainda está perdido. Segundo ele, é possível acreditar na vaga desde que a equipe apresente nova evolução. O técnico gremista fez bastantes elogios ao time rival e lamentou o “deslize” na defesa no gol que definiu o jogo. Logo aos 13 minutos do primeiro tempo, Marco Rubén aproveitou vacilo de Bressan e fuzilou o gol de Marcel Grohe.

“Primeiro, tenho que acreditar, porque é uma decisão em dois tempos. Mesmo com resultado negativo, ela não acabou ainda. A gente já fez jogos melhores do que hoje. O motivo passou pela postura do nosso adversário, fez jogo de excelência, com pressão muito alta e não nos permitiu que entrasse na nossa característica”, disse o comandante gremista.

“Mesmo assim, o gol do nosso adversário não saiu numa circunstância dessa, saiu num deslize nosso. A nossa derrota passa pelo adversário não ter deixado a gente jogar. Nos pressionou e impediu a circulação de bola”, acrescentou.

Para obter a vaga, o Grêmio precisará vencer por dois gols de diferença ou vencer fazendo mais de um gol, a contar o critério do saldo qualificado. Se fizer 1×0 no jogo da Argentina, forçará uma decisão por pênaltis. O novo duelo ocorre na próxima quinta-feira, no Gigante de Arroyito, em Rosário.



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.