Relembre seis vezes que alguém duvidou da força do Palmeiras e se deu mal por isso

Reprodução/Youtube

Em 2016 o Palmeiras é apontado como um dos grandes favoritos para a conquista do Campeonato Brasileiro por causa do elenco, técnico e estádio que tem e que pode usar como “arma” para superar as dificuldades e quebrar seus tabus na competição. Mas sempre foi assim. Nos últimos anos o alviverde era apenas um coadjuvante entre os times de São Paulo  e nas competições que disputava.

LEIA MAIS:
5 contratações que o Palmeiras perdeu por motivos “bestas” e hoje fazem falta
7 jogadores que “esnobaram” o Palmeiras e agora sofrem por isso

Apesar da fase ruim, o Palmeiras conseguiu dar algumas alegrias para seu torcedor e uma resposta para quem não acreditava no clube. E o Torcedores.com reuniu seis jornalistas que desacreditaram no Verdão e até hoje sofrem por isso. Confira!

Rógerio Assis:

Reprodução
Reprodução

Em 2009 o Palmeiras precisava de duas vitórias, contra LDU (que era a atual campeã) e Colo Colo, no Chile, para se classificar para as oitavas de final da Libertadores. Rogério Assis, na época comentarista da Rádio Jovem Pan, apostou que a equipe comandada por Luxemburgo não conseguiria a classificação e apostou que rasparia a cabeça e conseguisse tal feito.

No dia seguinte a vitória e a classificação para a fase mata-mata da Libertadores, com aquele golaço do Cleiton Xavier, Rogério Assis teve que cumprir a promessa e passou a máquina zero na cabeça.

Juca Kfouri:

Reprodução
Reprodução

Em 2012 o Palmeiras contrariou a todos ao conquistar a Copa do Brasil, menos sua história. Ninguém acreditava que a equipe de Felipão pudesse eliminar o Grêmio na semifinal. O comentarista Juca Kfouri disse na época que o Grêmio era favoritíssimo para o confronto, já que o Verdão estava “de doer”.

Foi aí que o Palmeiras chegou em Porto Alegre, totalmente desacreditado, e se impôs diante do Grêmio de Vanderlei Luxemburgo e garantiu a vitória por 2 a 0 e meio caminha andado para a classificação para a final da Copa do Brasil daquele ano.

Reprodução
Reprodução

Na final, contra o Coritiba que no ano anterior havia eliminado o Verdão da competição com uma goleada história por 6 a 0, Kfouri voltou a duvidar do poder do Palmeiras e cravou o Coritiba como campeão da Copa do Brasil de 2012 por que era mais time e bem mais organizado. Resultado? 2 a 0 para o alviverde no primeiro jogo, mas mesmo assim Kfouri fazia questão de lembrar que o Coxa sempre fazia com muita facilidade o placar necessário para ser campeão Mas ninguém contava com o gol do Betinho – gol do título.

Carlos Cereto:

Reprodução
Reprodução

Em 2015 o Palmeiras voltou a sonhar com o título da Copa do Brasil após eliminar o Fluminense, nos pênaltis, para chegar a grande final. O adversário seria o Santos, que realmente vivia uma fase melhor, mas não era motivo suficiente para duvidar do poder do Verdão. Carlos Certo, do Sportv, chegou a afirmar que o Palmeiras seria goleado pelo time de Dorival Jr porque era ‘muito mais time’. ” Se jogar o que está jogando, vai ser humilhado pelo Santos. No jogo de ida e no jogo da volta (…). Menos pressão no Marcelo e mais pressão nos jogadores”, disse.

Capita:

Reprodução
Reprodução

O ex-capitão da seleção brasileira, Carlos Alberto Torres, também foi outro que duvidada do poder do Palmeiras para conquistar a Copa do Brasil diante do Santos e afirmou categoricamente que o Peixe seria o campeão.

 

 

 

Craque Neto:

Reprodução
Reprodução

Talvez o maior desafeto da torcida do Palmeiras, o comentarista Neto, não acreditou no Verdão na Copa do Brasil em 2012, e nem em 2015. Contra o Santos,  ex-jogador e ídolo do rival Corinthians, disse que a equipe do técnico Marcelo Oliveira não aguentaria segurar o time do Peixe.

Resultado? Palmeiras campeão da Copa do Brasil com direito a gol decisivo do  goleiro Fernando Prass.