Confira os brasileiros que soltaram grito de campeão na Europa

Jonas foi campeão pelo Benfica
Crédito da foto: Reprodução/Facebook oficial do Benfica

Grande parte dos campeonatos europeus chegou ao fim e muitos brasileiros já soltaram o grito de campeão. Confira abaixo!

LEIA MAIS:
VEJA QUAIS EQUIPES GARANTIRAM VAGA NA CHAMPIONS LEAGUE
EX-PALMEIRAS CONQUISTA NA BÉLGICA O PRIMEIRO TÍTULO DA CARREIRA
VEJA OS CAMPEÕES JÁ DEFINIDOS DAS PRINCIPAIS LIGAS EUROPEIAS

8 JOGADORES BRASILEIROS QUE FECHARAM A TEMPORADA EUROPEIA EM BAIXA

Alemanha – Bayern de Munique
Douglas Costa e Rafinha

Campeão na Alemanha
Crédito da foto: Reprodução/Facebook oficial do Bayern de Munique

Em sua primeira temporada na Bundesliga, Douglas Costa foi o líder de assistências do Bayern de Munique, completando nove passes para gol, além de ter marcado em quatro ocasiões. Já o seu compatriota Rafinha fez três assistências.

Espanha – Barcelona
Neymar, Adriano, Daniel Alves, Douglas e Rafinha Alcântara

Campeão na Espanha
Crédito da foto: Reprodução/Facebook oficial de Neymar

Do quinteto brasileiro, apenas Neymar e Daniel Alves são titulares, mas a sua influência foi essencial para a conquista do título espanhol. Juntos participaram de 46 dos 112 gols do Barcelona no campeonato, ou seja, 41% do total.

Itália – Juventus
Neto (ex-Atlético-PR), Rubinho (ex-Corinthians), Alex Sandro (ex-Santos) e Hernanes (ex-São Paulo)

Campeão na Itália
Crédito da foto: Reprodução/Facebook oficial da Juventus

Alex Sandro foi contratado ao Porto em agosto de 2015 e fez 31 partidas pelos campeões italianos, intercalando no time titular com o veterano Patrice Evra. Já Neto (ao seu lado na foto), esteve em quatro jogos da Copa da Itália e em três do Campeonato Italiano, muito devido à excelente forma de Gianluigi Buffon.

França – Paris Saint-Germain
Maxwell, Lucas Moura, Marquinhos, David Luiz e Thiago Silva

Campeão na França
Crédito da foto: Reprodução/Facebook oficial do Paris Saint-Germain

Lucas Moura teve uma temporada de afirmação no Paris Saint-Germain. Titular de Laurent Blanc, fez 13 gols e 5 assistências em 55 jogos. Os seus companheiros de equipe brasileiros garantiram que o emblema parisiense tivesse a defesa menos vazada do Campeonato Francês, com apenas 19 gols sofridos em 38 rodadas.

Portugal – Benfica
Jonas (ex-Grêmio e Flamengo), Luisão (ex-Cruzeiro), Jardel (ex-Ituano), Ederson e Júlio César (ex-Flamengo e Internazionale)

Jonas foi campeão pelo Benfica
Crédito da foto: Reprodução/Facebook oficial do Benfica

O Benfica teve novamente em Jonas o seu principal destaque ofensivo. O antigo atacante do Flamengo e do Grêmio foi o artilheiro do Campeonato Português com 32 gols em 34 jogos, contribuindo para 36% dos 88 tentos do time na competição.

Grécia – Olympiacos
Leandro Salino (ex-Flamengo) e Sebá (ex-Cruzeiro)

Campeão na Grécia
Crédito da foto: Reprodução/Facebook oficial do Olympiacos

O lateral direito Leandro Salino (à esquerda) foi contratado ao Braga em 2013 e conquistou três títulos consecutivos do Campeonato Grego desde então. Na temporada passada, também venceu a Copa da Grécia e pode repetir o feito nesta terça-feira (17) na final frente ao AEK de Atenas.

Turquia – Besiktas
Marcelo (ex-Santos) e Rhodolfo (ex-Grêmio e São Paulo)

Campeão na Turquia
Crédito da foto: Reprodução/Site oficial do Besiktas

Depois de se destacar a serviço do Grêmio, Rhodolfo se transferiu para o Besiktas em julho de 2015 e se firmou no eixo da zaga. No entanto, rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho direito em fevereiro contra o Gaziantepspor, em partida do Campeonato Turco. A contusão deverá deixar o atleta de 29 anos em recuperação pelo menos até agosto.

Bélgica – Club Brugge
Leandro Pereira (ex-Palmeiras), Wesley (ex-Itabuna-BA), Claudemir (ex-São Carlos-SP) e Felipe Gedoz (ex-Defensor Sporting-URU)

Campeão na Bélgica
Crédito da foto: Reprodução/Facebook oficial do Club Brugge

Leandro Pereira, ex-atacante do Palmeiras, levantou o seu primeiro troféu neste domingo (15) pelo Club Brugge, pelo qual atua desde agosto de 2015. Apesar de ter conquistado o primeiro título da sua carreira, a temporada de estreia de Leandro Pereira na Europa não foi tão produtiva quanto as suas duas anteriores, a serviço do Palmeiras e da Chapecoense. Foram 22 jogos (14 pelo Campeonato Belga, dois no playoff do torneio nacional e seis na Liga Europa), apenas uma assistência e nenhum gol.

Sérvia – Estrela Vermelha
Édson Silva (ex-São Paulo)

Campeão na Sérvia
Crédito da foto: Reprodução/Facebook oficial do Estrela Vermelha

Édson Silva deixou o São Paulo em fevereiro deste ano e rumou à Sérvia para representar um dos dois maiores clubes do país, o Estrela Vermelha. O zagueiro de 30 anos participou de sete jogos do Campeonato Sérvio, o suficiente para garantir a sua primeira medalha de campeão.

Ucrânia – Dínamo de Kiev
Danilo Silva (ex-Internacional) e Júnior Moraes (ex-Santo André)

Campeão pelo Dínamo
Crédito da foto: Reprodução/site oficial do Dínamo de Kiev

O lateral direito Danilo Silva fez parte do elenco campeão brasileiro pelo São Paulo em 2007 e foi campeão da Libertadores em 2010 pelo Internacional. Na Ucrânia desde 2010, já vai no seu segundo título do Campeonato Ucraniano e possui duas Copas da Ucrânia em seu currículo. Já o atacante Júnior Moraes chegou ao Dínamo em julho de 2015, fez nove gols em 31 partidas e levantou o seu primeiro troféu de campeão.