Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Mercado da bola: Falcao anuncia retorno ao Monaco e tentativa de jogar pelo River Plate

De um dos maiores atacantes do mundo em meados da Copa do Mundo de 2014 a jogador desprezado em 2016. Esse é o resumo da carreira do colombiano Falcao García nas últimas temporadas. E após empréstimo mal sucedido ao Chelsea no último ano, o jogador de 30 anos revelou que tentou voltar a jogar no River Plate, da Argentina, clube pelo qual fez sucesso antes de se transferir para a Europa, mas que jogará pelo Monaco, da França, equipe com a qual tem contrato até 2018, na próxima temporada.

Marcel Rauen
Jornalista e assessor de imprensa

Crédito: Crédito da foto: Getty Images

LEIA MAIS:

PALMEIRAS: CUCA DEFINE LISTA DE ATLETAS QUE NÃO PRETENDE UTILIZAR

VÍDEO: CAPITÃO DO PSV SE EMPOLGA E DERRUBA TAÇA DE CAMPEÃO NA HOLANDA

VÍDEO: TORCEDORES FAZEM MOSAICO IMPRESSIONANTE DE “GAME OF THRONES” NA MLS

REAL MADRID E BARCELONA LIDERAM A LISTA DE CLUBES MAIS RICOS DO MUNDO; VEJA

Em entrevista ao jornal “Daily Mirror”, Falcao revelou que, em fevereiro, o Chelsea o avisou que não exerceria a opção de compra de seus direitos, prevista no contrato de empréstimo. “O Chelsea me disse em fevereiro que não contava comigo, assim não seguirei no clube. O Monaco fez um forte investimento em mim e quer ver algum retorno. Na próxima temporada, me quer lá“, explicou.

O colombiano já havia passado a temporada 2014-15 também emprestado, mas ao Manchester United, e não conseguiu mostrar grande futebol – marcou apenas quatro gols em 29 partidas disputadas. Por isso, o goleador tentou voltar ao futebol argentino, que o havia revelado, para tentar recuperar seu melhor desempenho.

O River tentou se aproximar de mim para saber sobre a possibilidade de um retorno, mas, naquela época, eu e o Chelsea tínhamos o mesmo pensamento de permanecer no elenco. Então, em fevereiro, o time me disse que não contaria comigo no futuro, e eu tentei voltar [para o River], mas já era muito tarde“, disse o atleta que teve sua trajetória no Chelsea bastante afetada por seguidas lesões – marcou apenas um gol em 12 partidas pelos Blues.

Depois de fazer enorme sucesso no Porto, de Portugal, e no Atlético de Madrid, da Espanha, Falcao foi vendido para o Monaco em maio de 2013, por cerca de 60 milhões de euros, mas, desde que lesionou o joelho direito, pouco antes da Copa do Mundo de 2014, nunca mais foi o mesmo goleador.