Medalhista olímpico da natação brasileira elege os 5 maiores nomes do esporte

Crédito da foto: Reprodução/ Youtube

Considerado um dos nadadores mais completos da história do país e um divisor de águas da natação brasileira, o medalhista olímpico de 1984, Ricardo Prado – atualmente membro do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos do Rio como Especialista em Competição Esportiva- elegeu, para o portal Esporte (ponto final), os cinco maiores nomes da história da natação mundial.

LEIA MAIS:
Série Olimpíadas Rio 2016 – Natação

A lista inclui quatro atletas americanos e um russo, sendo quatro homens e apenas uma mulher. Por escolha pessoal de Ricardo, a maioria dos nadadores citados são fundistas, ou seja, que disputam provas mais longas, em detrimento de velocistas, como é o caso do brasileiro César Cielo.

Confira abaixo os nomes citados pelo ex-atleta:

Vladimir Salnikov – dono de quatro medalhas de ouro olímpicas conquistadas na década de 1980 pela extinta União Soviética, o fundista russo foi o primeiro atleta a marcar tempo abaixo dos 15 minutos na prova dos 1500m. O nadador dominou de forma absoluta o nado livre de longas distâncias na época, e conquistou diversos títulos mundiais e europeus, além do título olímpico.

Matt Biondi– o americano foi um super campeão olímpico e recordista mundial do período entre as décadas de 1980 e 1990. O atleta conquistou oito medalhas de ouro, duas de prata e uma de bronze nas provas dos 50m, 100m e 200m, além dos revezamentos 4x100m e 4x200m nos nados livre, borboleta e medley dos Jogos de 1984, 1988 e 1992.

Janet Evans– dona de quatro medalhas de ouro e uma de prata em Jogos Olímpicos, a nadadora americana era especialista em provas longas. De Seul (1988) à Barcelona (1992), foi recordista mundial dos 400m, 800m e 1.500m livres, sendo esse último uma das marcas mais duradouras de todos os tempos (de 1987 a 2007).

Michael Phelps– para Ricardo, o maior de todos os tempos. O americano é dono do recorde de maior número de medalhas douradas conquistadas em uma única edição dos Jogos (oito, conquistadas em Pequim, 2008) e de maior número de medalhas olímpicas de todos os tempos(19). Apesar de ter anunciado sua aposentadoria em 2012, Phelps voltou atrás de sua decisão para participar dos Jogos do Rio neste ano.

Ryan Lochte– Segundo Ricardo, o nome de Lochte só não é mais lembrado pelos números absurdos e contemporâneos de Phelps. Considerado um sucessor da lenda Michael Phelps nos Estados Unidos, o nadador caracteriza-se pela versatilidade, e desponta como favorito em provas de medley e costas nas Olimpiadas do Rio 2016.