Marcelinho relembra farra de Romário na concentração: “No outro dia fez 2 gols”

Marcelinho
Foto: Montagem - Reprodução/Getty Images

Marcelinho Carioca não só brilhou por Corinthians, Flamengo e outras equipes no Brasil, como também teve a oportunidade de jogar na Europa ao ser contratado pelo Valencia, da Espanha. O ‘Pé de Anjo’ foi contratado em 97 e jogou ao lado de Romário, onde se lembra de mais uma das centenas de histórias do ‘Baixinho’.

LEIA MAIS
VÍDEO: MARCELINHO CARIOCA E NETO NA COBRANÇA DE FALTA, QUEM BATE? A ‘DICA’ É QUE FOI GOL
MARCELINHO CARIOCA REVELA COMO LUXEMBURGO O ATRAPALHOU NA SELEÇÃO E NO CORINTHIANS

Convidado deste domingo do ‘Resenha ESPN’, Marcelinho Carioca relembrou a parceria com Romário no clube espanhol, onde o ídolo corintiano teve uma curta passagem – 8 jogos e três gols -, mas tempo o suficiente para ter história ao lado do tetracampeão mundial.

To na concentração pro jogo, e era aquele jogo às oito e meia (da noite), só que ainda tinha que acordar cedo pra treinar no dia do jogo. Aí eu falei ‘Baixinho, amanhã você vai treinar de manhã?’ Ele falou ‘O que? Você tá maluco, vou acordar é onze horas e é o seguinte: não me acorda não’. Então eu já dormia num cag… do c… Aí deu onze horas (da noite) e entrou tudo aqueles caras do futevôlei, amigo dele, e fazia barulho ‘tá, tá, tá…’ chegava lanche, chegava tudo. E eu pensando ‘Tem jogo amanhã, como vou falar que quero dormir’. Deu meia-noite e bate daqui, chuta dali. Daqui a pouco ele chega e fala ‘E aí Pé de Anjo, beleza?’. Falei ‘Pô tranquilo, tranquilo…’. Aí dá uma hora da manhã, olho no quarto e tem um estirado aqui, outro ali, e dormiu todo mundo no quarto“, relembrou Marcelinho.

No dia seguinte, data do jogo, Marcelinho se recorda que preferiu nem chamar Romário com medo da bronca e deixou a atitude para o seu então treinador Claudio Ranieri, hoje técnico do Leicester City e atual campeão inglês.

Deu 9h30, 10h tomar café… aí eu falei ‘Vou acordar ele. Não, não vou chamar não’. Levantei já cheguei voando pra ir pro treino e o Cláudio Ranieri ‘Cadê o Romário?’. Falei ‘Tá dormindo’. Aí ele perguntou por que eu não chamei ele, eu falei ‘pô, você quer que eu saia do Valencia? Vai lá você’. Aí eu treinando de manhã a perna começa a pesar, e o Romário ali estiradinho. Aí fomos para o jogo a noite ganhamos de 2 a 0, dois gols adivinha de quem?“, completou Marcelinho.

 



Jornalista. Como todo torcedor também gosto de dar meus pitacos. Fã da seleção italiana, do Milan e do Arsenal.