Matt Brown explica incidente envolvendo ex-treinador

Reprodução/Instagram

O lutador de MMA Matt Brown, derrotado no UFC 198, sábado (14) por Demian Maia, resolveu explicar o episódio em que um de seus ex-técnicos, Rodrigo Botti, se envolveu em um episódio de agressão com o peso-meio-médio. Em um podcast, Brown falou como ocorreu a agressão.

LEIA MAIS

SEMINÁRIO DE ARTES MARCIAIS COM JOSÉ ALDO E GOITI YAMAUCHI EM CURITIBA

UFC 198 TEVE MAIS PÚBLICO DO QUE MÉDIA DA PRIMEIRA RODADA DO BRASILEIRÃO

Segundo ‘The Immortal’, a agressão aconteceu durante o almoço. O lutador acreditou que o agressor poderia ter sido um fã brasileiro de MMA, mas notou que alguém estava tentando escapar do local até ser pego por Reed Harris, um dirigente do UFC e um dos amigos de Brown.

“Acordei tarde no domingo (15) e desci para o almoço. Quando eu estava lá, tomando meu café, sinto algo estranho perto da minha cabeça. Achei que era um fã, você sabe, tipo aqueles que ficaram dando tapas na minha cabeça, parecia que era algo assim, sabe? Ou, então, alguém que tentou tocar o meu ombro e acabou errando, ou até mesmo acabei fazendo algum movimento errado e olhei para meu treinador e disse ‘mas que m…”, disse Brown segundo o site MMAFighting.

“Entre onde eu estava e as escadas, havia um pilar imenso. Então, imagino que o agressor se escondeu ali, me vigiando. Não havia outro jeito dele saber que eu estava sentado ali a não ser ele estar por ali e tentar ver se eu estava”, completou.

Matt Brown já está de volta aos Estados Unidos após um fim de semana em que o lutador ‘sofreu’ um bocado. Além da derrota para Maia e do episódio de agressão, o lutador fez gestos obscenos para a torcida durante a pesagem e enquanto caminhava para o octógono, levou tapas na cabeça de fãs brasileiros.

Confira o vídeo do episódio de agressão que envolveu Matt Brown e seu ex-treinador

(Crédito da foto: Reprodução/Instagram)