Mercado da bola 2016: agente rechaça proposta da Juventus por Gabriel Jesus

Gabriel Jesus
Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

O atacante Gabriel Jesus vem sendo assediado por equipes europeias nesta temporada, uma delas é a Juventus, da Itália, que monitora a situação do jogador do Palmeiras. Por outro lado, um dos empresários do atleta, o Cristiano Simões concedeu entrevista para o site “Lance!”, e comentou que os valores divulgados pela imprensa italiana não chegam aos números solicitados pela equipe alviverde na multa rescisória do atacante.

LEIA MAIS:
MERCADO DA BOLA 2016: VASCO ENCERRA NEGOCIAÇÕES E RIASCOS RETORNA AO CRUZEIRO

“ Está muito aquém da multa. Hoje, por esse valor, não sai. A matemática é simples: ele está jogando, está desempenhando bem, fazendo gol, e tem uma multa de 40 milhões de euros. É normal que o clube cobre o valor da multa. Se chegar uma proposta muito boa para o clube e para o jogador, a gente pode analisar, mas no momento não tem nada”, disse o agente.

Recentemente os valores divulgados pelo jornal italiano “La Gazzetta dello Sport” eram de valores de 15 a 20 milhões de euros, aproximadamente entre R$ 59 milhões a R$ 78 milhões, mas os números não agradaram o Palmeiras e também os empresários do jogador. Cristiano acrescenta que não recebeu nenhuma proposta e revela que não tem nada.

“Para mim não chegou nada. Pelo que falei com o pessoal do Palmeiras, para eles não chegou nada também”, acrescentou Cristiano.

Em uma futura venda do Gabriel Jesus para outro time, o Palmeiras lucraria 30% dos direitos econômicos do atacante. Já o atleta detém 15% dos direitos econômicos, além do agente Cristiano Simões que tem 32,5% e os demais 22,5% que pertencem ao outro ex-agente que é Fábio Caran.



Radialista, Jornalista com passagens como correspondente pelo site italiano CalcioNews24.com e pelo Arena Rubro-Negra. Atualmente setorista do Fluminense e Futebol Sul-Americano no Torcedores.com