Nem Ariel, nem Damião: veja 5 atacantes que resolveriam o problema do Inter

Pato
Foto: Divulgação/Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A contratação de um centroavante virou quase que uma obsessão no Beira-Rio. A necessidade de um camisa 9 ganhou ainda mais urgência após a má atuação no empate em 0x0 contra a Chapecoense, no Beira-Rio, no último domingo. O mais perto de ser contratado ainda é o argentino Ariel, do Pachuca, do México, embora o nome de Leandro Damião ainda seja ventilado. Eles resolveriam? Abaixo, listamos cinco nomes que dariam mais garantias aos colorados.

Alexandre Pato: Sem espaço no Chelsea, Pato poderia ser o grande reforço do Inter para a temporada. Depois de um período turbulento no Corinthians, o ex-atacante do Milan mostrou que está muito acima do nível do futebol brasileiro no ano passado, quando foi destaque absoluto do São Paulo no Brasileirão. Criado no Beira-Rio, Pato nunca escondeu sua identificação com o clube.

Marco Ruben: Os torcedores de Palmeiras e Grêmio que o digam. Trata-se de um excelente centroavante e tem demonstrado todo o seu potencial durante a disputa da Libertadores. No duelo contra o Grêmio, nas oitavas, fez três dos quatro gols do Rosario Central e encantou aqueles que ainda não o conheciam. Exigiria um importante investimento, mas que dificilmente não seria recompensado.

Marcelo Moreno: Praticamente escondido no Yatai, do futebol chinês, Moreno seria outra grande opção para o comando de ataque colorado. Ele chegou a ser especulado no Inter no início do ano, mas as conversas não avançaram. A última imagem de Moreno deixada no Brasil foi de muitos gols pelo Cruzeiro no título brasileiro de 2014.

Ramón Ábila: Novamente, o mercado sul-americano surge com outra boa opção. Ábila é o legítimo matador e tem se destacado de forma sucessiva no Huracán, da Argentina. Ele foi fundamental na campanha do vice-campeonato da equipe na Sul-Americana de 2015, competição na qual o Huracán só perdeu na final nos pênaltis para o Santa Fé. Ábila manteve o bom nível na Libertadores desse ano, e, embora o seu time tenha caído nas oitavas ante o Nacional da Colômbia, deixou um golaço daqueles de se rever várias vezes.

Alan Kardec: Em 2009, a inexperiência pesou na sua curta e frustrada passagem pelo Inter. Agora, depois de ter rodado e feito gols por várias equipes, Alan Kardec é um novo jogador. No entanto, segue reserva do São Paulo por conta das grandes atuações do argentino Calleri. Seria uma solução do mercado interno brasileiro.



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Fã de esportes, sobretudo tênis. Colorado por paixão, jornalista por vocação e tenista por opção.