Opinião: Corinthians x Grêmio, estréia com empate serve de alerta

Grêmio
Crédito da foto: Facebook Oficial do Corinthians

Não foi a estréia que os corintianos esperavam: Corinthians x Grêmio ficou no 0 a 0, na estréia do Campeonato Brasileiro. Com as eliminações no Paulistão e Libertadores dentro da Arena Corinthians, fica uma preocupação: o que acontece com o Timão?

LEIA MAIS:
FAGNER E MARQUINHOS GABRIEL SE DESTACAM EM EMPATE DO CORINTHIANS NA ARENA
RODRIGUINHO JOGA MAL CONTRA O GRÊMIO E TORCIDA CORINTIANA NÃO O PERDOA NO TWITTER

O Corinthians campeão brasileiro foi desmontado após o fim da temporada passada. A diretoria até contratou alguns atletas, o técnico Tite manteve o esquema que levou o clube ao título nacional, e parecia que veríamos novamente um time forte nas competições. O inicio da temporada foi empolgante, com a liderança no grupo da Libertadores, e melhor campanha no Paulistão. Porém, veio as eliminações dentro de casa, e então, de repente, tudo se perdeu.

A partida contra o Grêmio na tarde de hoje (15/05), deixou claro que tem algo errado com o time corintiano, e está na hora sim de ligar um alerta no Parque São Jorge, e começar a questionar qual o problema deste atual time do Corinthians. Na primeira etapa da partida de hoje, por exemplo, o time teve mais posse de bola, e até chegou a criar alguns lances perigosos, mas a marcação do time alvinegro não conseguia segurar o Grêmio quando a equipe gaúcha se arriscava no campo de ataque.

Tanto é, que a oportunidade mais clara de gol foi do Grêmio, em uma bola que Bobô chutou fraco e Válter fez a defesa, sem falar de duas outras chances dentro da pequena área que o Tricolor Gaúcho não conseguiu finalizar por ter valorizado a jogada ao invés de concluir a gol. Se tivesse caprichado mais nas finalizações, o Grêmio poderia ter saído da primeira etapa com a vantagem no placar.

Quem esperou ver o Corinthians pressionando o Grêmio no campo de ataque na segunda etapa, se alegrou pelo inicio, mas percebeu que havia se enganado. O Corinthians chegava ao ataque de forma desorganizada, e tudo que o Timão criava passava pelos pés de Fagner e Marquinhos Gabriel (os melhores jogadores do Timão na partida). Quando a bola saía dos pés deles e chegava nos pés de André, Romero ou Rodriguinho, o lance se tornava perdido. Os três não estavam bem na partida e comprometeram boa parte dos lances de ataques do time corintiano.

O Grêmio seguiu se aproveitando das subidas ao ataque de Fagner, e pelo lado direito da defesa corintiana, seguiu dando trabalho. O jogo seguiu aberto, e seria injusto não destacar as duas defesas. Se de um lado, Balbuena e Felipe não davam espaço para os atacantes gremistas na segunda etapa, do outro lado, dificilmente os jogadores corintianos conseguiam pegar a defesa gaúcha desmontada, e passar pelo zagueiro Geromel era quase impossível.

Tite mexeu na equipe. Rodriguinho, que nada fez na partida, saiu para a entrada de Guilherme, que teve uma atuação semelhante ao companheiro que ele substituiu. Luciano também não teve muitas chances no lugar de André, e Giovanni Augusto, que entrou no lugar de Romero, foi quem criou algumas chances para o Corinthians, mas nada que realmente ameaçasse o goleiro Marcelo Grohe.

No fim, o Grêmio passou a apenas se defender, pois sabe muito bem o grande resultado que é empatar fora de casa contra o Corinthians, um dos grandes favoritos ao título. Sim, o Timão ainda é um dos favoritos apesar do empate e do mal futebol apresentado nesta tarde diante do Grêmio. Porém, o empate na estréia deixa um alerta, que é bem claro: o técnico Tite é um ótimo técnico, disso ninguém tem dúvidas, mas talvez manter o esquema do ano passado seja um erro com este elenco atual.

Tite deveria pensar em um novo esquema, afinal, foi apenas a primeira partida do Brasileirão. Melhor tentar algo diferente agora, do que perder mais pontos no decorrer do campeonato e mudar quando for tarde demais. Se tem um técnico capaz de fazer esse time jogar, esse técnico é o Tite. Mas é preciso abrir os olhos.