Opinião: Grêmio deixou boas impressões na estreia do Brasileirão

Grêmio x corinthians
Foto: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Após as eliminações dolorosas no Gauchão e na Copa Libertadores, o Grêmio voltou a campo no último domingo contra o Corinthians, em Itaquera, pela rodada inaugural do Brasileirão. Com boa atuação, o Tricolor conseguiu segurar um empate sem gols contra o atual campeão.

LEIA MAIS:
Roger exalta atuação do Grêmio e lamenta falta de sorte nas finalizações em empate

Todos sabem das dificuldades em enfrentar o Corinthians dentro seus domínios. Na campanha do hexacampeonato brasileiro, a equipe de Tite teve mais de 90% de aproveitamento em sua Arena – o melhor desempenho de um mandante na era pontos corridos.

Mesmo tendo menor posse de bola e finalizações, o Grêmio teve as chances mais agudas para a vitória. No primeiro tempo, Giuliano e Bobô, dentro da área, desperdiçaram boas oportunidades. Na etapa final, Bobô mandou chute de primeira para fora. Apenas nos minutos finais, o Corinthians esteve perto de marcar com Luciano.

Roger Machado aproveitou muito bem os quase 10 dias de treinamentos para corrigir os defeitos da equipe visando a estreia do Brasileirão. O Tricolor evoluiu bastante na bola aérea defensiva, que vinha sendo um tormento nos últimos jogos. Geromel e Fred foram impecáveis pelo alto. O primeiro provou mais uma vez porque é o melhor da posição no Brasil.

O volante Walace foi gigante no meio de campo. Deu poucos espaços aos meias corintianos e fez cinco desarmes, segundo o Footstats.

O lateral-esquerdo Marcelo Oliveira apareceu pouco no ataque, porém, teve papel fundamental na marcação ao conseguir conter os avanços do ótimo lateral Fagner.

Principal reforço gremista em 2016, o atacante Miller Bolaños fez um primeiro tempo muito bom, se movimentando bastante e assim confundindo a marcação alvinegra. Uma pena que não manteve o rendimento na etapa final e foi substituído. Visivelmente, o equatoriano ainda não está nas condições físicas ideais após ter ficado mais de um mês se recuperando de cirurgia na mandíbula. A tendência é que evolua na sequência da temporada. Ele tem qualidade de sobra.

O atacante Luan destoou dos demais companheiros. Parecia que estava no mundo da lua. Não criou nenhuma jogada importante e abusou dos erros de passe. Preocupante a queda de rendimento do garoto. Já havia atuado mal nas oitavas de final da Libertadores. Algum problema extracampo não estaria o atrapalhando? Éverton o substituiu no segundo tempo e em poucos minutos em campo produziu muito mais que o companheiro.

Acredito que o empate fora de casa tenha trazido mais tranquilidade ao Grêmio neste início de Brasileirão. O próximo compromisso está marcado para domingo, contra o Flamengo, na Arena. Uma vitória convincente pode servir para reconquistar a confiança da torcida.



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)