Palmeiras aproveita sucesso do Avanti e cria plano ‘sócio-empreendedor’; entenda

Palmeiras
Crédito de imagem: César Greco/Ag. Palmeiras

Desde a inauguração do Allianz Parque, no final de 2014, o torcedor do Palmeiras tem ficado mais tentado a assinar o plano de sócio-torcedor Avanti. Só no ano passado, com a contratação de 25 jogadores e a empolgação com o título da Copa do Brasil, o Verdão viu o número de adesões disparar. O clube hoje é o segundo do país com maior número de sócios, pouco mais de 126 mil fieis pagantes do Avanti, menos de 3 mil atrás do Corinthians.

LEIA TAMBÉM:
FOTOS: Conheça as mulheres mais belas dos jogadores (e técnicos) do Brasileirão 2016

Veja 10 notícias do Palmeiras que estão bombando nesta segunda-feira
Brasileirão: Palmeiras não terminava uma rodada na liderança desde a edição de 2009; veja
Adriana Galisteu faz aposta ousada caso Palmeiras seja campeão brasileiro; assista

Mas quem acredita que o presidente Paulo Nobre está satisfeito com o resultado, está enganado. Buscando expandir seu mercado de capitalização, o Palmeiras divulgou ação conjunta entre o Avanti e a administradora da rede de lojas oficiais, Meltex Franchising, e criou uma espécie de plano “sócio-empreendedor”.

COMO FUNCIONA

Matéria da Revista EXAME explica que, até o próximo dia 11 de junho, membros adimplentes (ou seja, aqueles que estão em dia com os pagamentos do plano) do Avanti terão 50% de desconto na taxa de franquia para se tornar proprietário de uma unidade da Academia Store.

“O Palmeiras registrou números impressionantes de crescimento no Avanti em 2014 e 2015 (92 mil nova adesões). Agora, criamos o conceito de sócio-empreendedor, onde nossos sócios-torcedores podem fazer de sua paixão uma ótima oportunidade de negócio”, afirmou Roberto Trinas, diretor de marketing do clube alviverde.

A taxa de franquia para abertura de uma Academia Store varia entre R$ 35 mil (quiosque) e R$ 60 mil (loja), de acordo com a reportagem. O valor, todavia, seria de R$ 17,5 mil e R$ 30 mil, respectivamente, aos sócios-empreendedores.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Em caso de loja, o investimento total é de mais ou menos R$ 300 mil, enquanto, para quiosque, é de R$ 150 mil. Além da taxa de franquia, os custos incluem instalação, estoque inicial, capital de giro e apoio na captação, treinamento e acompanhamento de funcionários para as lojas.

Para Danilo Verrillo, gerente de expansão da Meltex, “há a convicção de que podemos concluir nossa meta de crescimento de 64% em 2016. O sócio-empreendedor é uma forma direta de associação entre torcedores e clube, um vínculo firme que reflete em bom retorno para as duas partes”. 

ACADEMIA STORE

Entre 2014 e 2015, cerca de 19 mil sócios-torcedores compraram produtos na Academia Store e, somados, gastaram R$ 4 milhões. A cada real gasto em uma unidade da franquia, os membros do Avanti recebem 1,5 ponto para utilizar no Clube de Vantagens. Ao todo, 9 milhões de pontos foram distribuídos pela rede nos últimos dois anos.

Atualmente, a Academia Store conta com 25 unidades localizadas no Sudeste, Sul e Nordeste do Brasil. As lojas oferecem ao consumidor mais de 500 itens oficiais e coleções casuais do Palmeiras, tanto em linhas masculinas quanto femininas.



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.