Rodrigo Caetano revela vontade do Flamengo em ter o retorno de Hernane Brocador

Flamengo
Brocador - Getty Images

Durante a palestra do diretor de registro e transferência da CBF, Reynaldo Buzzoni, no 2º encontro da Associação Brasileira dos Executivos de Futebol (Abex), o Diretor de Futebol do Flamengo, Rodrigo Caetano, peguntou, de forma direta, se a CBF poderia interferir no imbróglio com o Al Nassr, que contratou Hernane do clube Rubro-negro em 2014, mas nunca pagou.

LEIA MAIS:
Rodrigo Caetano confirma consulta do Grêmio e de mais dois clubes por Wallace
Muricy explica as poucas oportunidades para os ‘garotos’ campeões da Copinha
Vice de futebol do Grêmio fala sobre interesse no zagueiro Wallace do Flamengo
Mercado da bola: Diretor do Coritiba admite negociação com o Flamengo por Juninho
Mercado da bola: Muricy confirma que aprovou o nome do zagueiro Cléber, do Hamburgo
Guerrero descarta sair do Flamengo e revela objetivo de ganhar tudo pelo clube 
Elias teria contado a amigos que não fica no Corinthians
Confira 5 jogadores que podem sair do Flamengo antes do Brasileirão
Flamengo avança em negociações e tem semana decisiva para contratação de zagueiros
Rodrigo Caetano fala da possibilidade do Flamengo vender Adryan para o Nantes
Mercado da bola 2016: Flamengo tem a concorrência do Boca Jr por Polenta
Empresário não garante permanência de Sheik no Flamengo
Diretor do Flamengo comenta de interesse do São Paulo em Paulo Victor

 

– Não há nada a ser feito nesse ponto? Gostaria de contratar o Hernane de novo, mas não posso – perguntou Rodrigo Caetano não deixando de citar o tempo de espera que o Fla tem levado para uma definição e recebimento do dinheiro.

Outro fato importante lembrado pelo Diretor de Futebol do clube da Gávea, é que o Al Nassr recebeu recentemente uma grande quantia do Corinthians, pela venda do meia-atacante Marquinhos  Gabriel.

O temor da diretoria Rubro-negra é que um investimento no Brocador possa fazer com que o Flamengo perca o direito de receber o que tem direito da venda.

Recentemente, o caso foi a julgamento na Fifa, como não houve acordo, os clubes aguardam a sentença. A expectativa na Gávea é de que o clube receba cerca de R$ 18 milhões, sendo que R$ 7 milhões são de antigos donos de direitos econômicos do jogador.

 

Veja também:

18 jogadores que ficam sem contrato no 2º semestre de 2016 e podem ser bons reforços

25 jogadores que estão na Europa e poderiam atuar no Brasileirão

Confira uma equipe escalada, de 1 à 11 apenas com reforços “disponíveis” para seu time no Brasileirão

Foto: Divulgação

Curtiu essa matéria? Siga o autor no Twitter:@allanmadi