Rumor sobre traição contribuiu para saída de Barovero do River, diz empresário

Divulgação/Site Oficial do River Plate

O goleiro Marcelo Barovero deixou o River Plate no último final de semana, na vitória sobre o Gimnasia y Esgrima pelo Campeonato Argentino. O motivo que fez o goleiro sair do clube tem, no entanto, menos a ver com a chance de tentar brilhar em outra equipe do que a rumores na imprensa que envolvem até traição.

LEIA MAIS

PÉSSIMA NOTÍCIA! GABRIEL TEM GRAVE LESÃO E VAI DESFALCAR O PALMEIRAS

MERCADO DA BOLA 2016: 10 JOVENS DESTAQUES DA LIBERTADORES QUE SERIAM BONS REFORÇOS PARA O SEU TIME

JOACHIM LÖW CONVOCA ALEMANHA PARA A EUROCOPA 2016

O empresário do jogador, Marcelo Franceschini, declarou em um programa de TV argentino que um rumor envolvendo uma suposta traição da esposa de Barovero com o atacante Fernando Cavenaghi, também ex-jogador do River, contribuiu para sua decisão de deixar a equipe.

“Este é um tema bem pessoa, é familiar. Barovero precisa mudar de ares e sair do River. Dentro do clube, isso começou a se espalhar e esse peso ficou em suas costas”, declarou o empresário segundo o TyC Sports. 

De acordo com Franceschini, um jornalista, Pablo Calvari, teria iniciado os rumores da tal caso entre a esposa de Barovero e Cavenaghi. Segundo o agente, medidas judiciais já foram tomadas pelo goleiro.

“Em um jogo contra o San Lorenzo, a torcida atrás do gol provocou Marcelo (Barovero) durante todo o primeiro tempo. Ele me disse que, chegou a um ponto em que ele não tinha mais vontade de jogar. Também inventaram que ele tinha brigado com (o técnico Marcelo) Gallardo e (um dos ídolos da história doi River, Enzo) Francescoli. Há um ponto em que a pessoa não aguenta”, afirmou.

(Crédito da foto: Divulgação/Site Oficial do River Plate)